Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Políticos lamentam a morte do ex-ministro Gustavo Bebianno

O ex-ministro de Jair Bolsonaro e pré-candidato a prefeito do Rio de Janeiro morreu na manhã deste sábado (14) aos 56 anos, após um infarto.

Compartilhe

Políticos lamentaram a morte do ex-ministro de Jair Bolsonaro e pré-candidato a prefeito do Rio, Gustavo Bebianno. Ele foi vítima de um infarto e morreu neste sábado (14) aos 56 anos. As informações são do G1.

No último dia 5, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a pré-candidatura de Gustavo Bebianno à Prefeitura do Rio de Janeiro. Segundo o partido, o lançamento oficial da candidatura seria em 4 de abril, na capital fluminense.

Bebianno ocupou a Secretaria-Geral da Presidência durante um mês e 18 dias. Durante a corrida presidencial, ele foi presidente nacional do PSL e uma das figuras mais próximas do presidente, atuando como um dos conselheiros do então candidato na disputa.

Wilton Junior/Estadão Conteúdo

Leia abaixo repercussão da morte de Gustavo Bebianno:

João Doria, presidente nacional do PSDB, em rede social

Com profundo pesar recebi a notícia da morte de Gustavo Bebianno. Seu falecimento surpreende a todos. O Rio perde, o Brasil perde. Bebianno tinha grande entusiasmo pela vida e em trabalhar por um país melhor. Meus sentimentos aos familiares e amigos nesse momento de dor.

Doria também se pronunciou por meio de nota:

Quarta passada recebi Gustavo Bebiano. Tivemos ótima conversa sobre sua entrada na vida pública. Convivemos pouco, mas era cristalino que estava com um homem de boa índole, preparado e animado em se apresentar à população do Rio esse ano. Deus o tenha e dê todo conforto à sua família.

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, em rede social

Lamento muito a morte precoce do Gustavo Bebbiano. Tivemos um relacionamento muito respeitoso e ele sempre se mostrou correto e equilibrado no trato dos assuntos. Seria mais um bom quadro para a disputa na nossa cidade do Rio. Meus sentimentos aos seus familiares.

Paulo Marinho, presidente estadual do PSDB no Rio de Janeiro

A cidade do Rio perdeu um candidato que iria enriquecer o debate eleitoral, e eu perdi um irmão. O Gustavo morreu de tristeza por tudo que ele passou. Agora é hora de confortar a esposa, os filhos e os amigos.

Sempre será motivo de orgulho para o PSDB/RJ ter a passagem de Gustavo Bebianno registrada em sua história.

Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, em rede social

Gente, a luta pela vida é pior que a guerra, pois a morte é inexorável. Um grande marechal de campo diz: “agora é hora de enterrarmos os mortos e cuidarmos dos vivos”. Uma pena. Muito jovem, Bebianno nos deixa, hoje, mas teve tempo para colaborar com sua parcela de cidadão e patriota.

Aos companheiros e amigos: nos resta amar, confiar e nos agrupar, cada vez mais, para que nossos objetivos sejam alcançados. Chega de sentimentos conspiratórios entre os homens e mulheres de bem. É nessas figuras de bem que encontraremos o repouso de quem nos energiza pelo calor da paz, da confiança e da gratidão. Que Deus nos ilumine nessas horas difíceis para que a serpente do mal não nos devore. A Bebianno as nossas orações.

Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio, em rede social

Lamento o falecimento de Gustavo Bebiano. Nos últimos meses vínhamos conversando muito sobre o Rio e aquilo que nos unia: o grande amor a essa cidade. Especialmente a sua família e seus companheiros de PSDB, manifesto o meu mais profundo pesar.

General Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo do governo Bolsonaro, em rede social

É com tristeza que tomo conhecimento do falecimento de Gustavo Bebiano. Tenho certeza de que ele foi muito importante na campanha para as eleições de 2018. Ministro leal, corajoso e equilibrado. Condolências aos familiares. Que ele esteja em paz e em lugar seguro junto a Deus.

PSDB, em rede social

Lamentamos profundamente o falecimento do ex-ministro Gustavo Bebianno. Nossa solidariedade aos familiares e amigos.

PSL, em rede social

O PSL lamenta a morte de Gustavo Bebianno ocorrida na manhã deste sábado (14). Bebianno comandou o PSL durante o período eleitoral de 2018. Enviamos nossas condolências aos familiares e amigos.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar