Prefeito de Parnaguá decreta luto de três dias após morte de vice

Instituições lamentaram o caso através de notas.

Na tarde da última terça-feira (26/09), morreu no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí, a vice-prefeita do município de Parnaguá, Marisvan de Sousa Araújo, de 36 anos, após sofrer uma parada cardíaca por conta de complicações durante um procedimento de endoscopia.

A morte causou muita comoção no município e o prefeito da cidade, Jondson Castro, o ‘Alemão’, decretou luto oficial de três dias. O corpo de Marisvan foi sepultado na localidade Pé de Serra, zona rural do município.

Após o fato, o Hospital Universitário divulgou uma nota. Confira:

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI) informa que a paciente que fora se submeter a procedimento endoscópico terapêutico apresentou uma intercorrência clínica e parada cardiorrespiratória, com evolução para óbito, mesmo utilizando-se todos os meios e medidas terapêuticas adequadas e em tempo hábil. A Superintendência do HU-UFPI, bem como sua equipe multiprofissional, lamentam o falecimento e se solidarizam com familiares e amigos.

Marisvan morreu após uma parada cardíaca (Crédito: Reprodução/Facebook)
Marisvan morreu após uma parada cardíaca (Crédito: Reprodução/Facebook)

Comovidos com a situação, a Faculdade do Cerrado Piauiense lamentou a morte precoce através de um texto:

A Faculdade do Cerrado Piauiense, através de sua Direção Geral, Diretoria Acadêmica, Coordenações, Professores e Corpo Técnico-Administrativo, vem a público externar seu pesar pelo falecimento prematuro da aluna MARISVAN DE SOUSA ARAÚJO, a qual também era Vice-Prefeita do Município de Parnaguá, Estado do Piauí.

Neste momento tão difícil em que todos enfrentam a inestimável perda de uma acadêmica, mãe, filha, esposa, amiga e colega, a FCP hipoteca sua solidariedade à família enlutada e aos amigos para que possam suportar a dor e a sua ausência.

Marisvan foi aluna da turma do Curso de Bacharelado em Direito e era muito querida por seus colegas e professores. Era uma acadêmica muito participativa e se dedicava a mais uma graduação.

Os seus colegas de turma ainda estão perplexos com sua perda, bem como todos que fazem a Faculdade do Cerrado Piauiense.

Todos muito consternados e compungidos por este acontecimento lamentam seu falecimento e expressam àqueles que a conheceram, e a seus familiares, as condolências para que possam suportar as dificuldades da sua ausência que está sendo muito sentida e que possam todos superar este momento de muita dor.

Todos nós que a conhecemos levaremos as lembranças de uma colega, aluna, amiga e pessoa companheira.

Que ela descanse em paz e que todos tenham forças para suportar esse momento difícil.

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com