Prefeitura de Miguel Alves decreta luto após morte de família

Após o velório coletivo, os corpos serão levados para enterro.

A prefeitura do município de Miguel Alves lamentou e decretou luto oficial de três dias após a morte de seis pessoas da mesma família nesta quinta-feira (13), em um riacho na cidade. As vítimas desapareceram nas águas do Riachão após a caminhonete em que estavam cair na ponte do povoado Calção Redondo. Os corpos estão sendo velados no ginásio poliesportivo do município com um clima de bastante comoção por parte dos moradores.

Um laudo pericial será preparado pelo Instituto de Criminalística para apontar como o acidente aconteceu e as reais causas das mortes da família. A população de Miguel Alves está bastante abalada já que as vítimas eram bastante conhecidas na localidade e estavam seguindo viagem para um povoado próximo, para passar o feriadão de Semana Santa.

No momento da queda do carro da ponte Riachão, o riacho, devido às fortes chuvas que têm caído nos últimos dias, encontrava-se muito cheio com fortes correntezas e bastante fundo.

Após o velório coletivo, os corpos serão levados para enterro na comunidade Verenos, onde passariam o feriado.

As vítimas foram identificadas como José Helmo Mesquita de Sousa, sua esposa Leila Mara Sampaio Dias e o filho identificado apenas como Everton, 7 anos. Também estavam no veículo duas cunhadas de José Helmo e uma sobrinha, chamadas Lucelia Sampaio Dias, 37 anos, Pamela Gabriela Dias 17 anos e Evelin Kailane, de 7 anos.

Image title

Image title

Fonte: Portal Meio Norte