Presidente da APPM fala sobre recursos anunciados por ministro

Ministro da Saúde diz que liberou R$ 402,94 milhões para o Piauí.

O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Gil Carlos, falou da importância dos investimentos anunciados pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, que durante passagem por Teresina e Parnaíba afirmou que o Piauí foi contemplado em sua gestão em 2016 com R$ 94,34 milhões, sendo R$ 6,84 milhões para habilitar serviços/leitos que funcionavam sem contrapartida federal ou qualificar serviços com ampliação do custeio e R$ 87,5 milhões referentes a emendas parlamentares.

“Durante a visita tivemos a oportunidade de debater sobre questões importantes da gestão da saúde nos municípios, sendo anunciada uma transferência de recursos extraordinários para a aquisição de ambulâncias. Agradecemos a equipe da APPM e aos nossos parlamentares que trabalham para fortalecer cada vez mais as gestões municipais, cujo o objetivo principal é melhorar a qualidade de vida da população que vive em cada município”, disse o presidente Gil Carlos. 

Ministro esteve na Associação Piauiense de Municípios  (Crédito: APPM)
Ministro esteve na Associação Piauiense de Municípios (Crédito: APPM)

Governadora em exercício, Margarete Coelho destacou que a liberação dos recursos vai contribuir para ampliar os serviços oferecidos à população “Temos uma portaria autorizando duas mil cirurgias eletivas em 10 hospitais do estado do Piauí, e a liberação desses recursos vão possibilitar a ampliação desse serviço, fazendo com que os pacientes possam ser atendidos de maneira mais célere”, enfatizou. 

Durante discurso, o Ministério da Saúde ressaltou que atualmente 347 obras estão sendo executadas no Piauí, que se contabilizadas totalizam investimentos de aproximadamente R$ 98 milhões.

Para Ricardo Barros, o alto volume de investimentos é resultado de uma política de contenção de gastos da União que permitiu direcionar para as gestões. “O Ministério da Saúde realizou uma intervenção que resultou em uma economia significativa de recursos, somente este ano conseguimos economizar R$ 4,5 bilhões. Para o Piauí estamos liberando R$ 3,7 milhões para serviços de saúde, que devem ser investidos na aquisição de equipamentos e melhorias na gestão da saúde nos municípios”, declarou. 



Fonte: Com informações da APPM
logomarca do portal meionorte..com