Professora que fez sexo com aluno foi flagrada pelo marido

Marido foi o primeiro a descobrir, quando viu mensagens no celular.

Mary Thigpen, de 29 anos, foi condenada após manter relacionamento inapropriado com um adolescente. O caso aconteceu no Texas, nos Estados Unidos. O garoto, agora com de 18 anos e que era aluno na escola onde Mary era tutora, admitiu a relação sexual. Foi o marido de Mary quem encontrou umas mensagens no celular da esposa, onde percebeu que ela o estava traindo com o garoto. 

Essa nem teria sido a primeira vez que essa mulher se envolveu com um aluno da escola. Um outro jovem admitiu para a polícia que entre 2009 e 2010, tinha feito sexo com a professora de história. Foi o marido o primeiro a descobrir, quando viu mensagens, atrevidas e de conteúdo sexual, no celular da esposa, que ela estava trocando com o adolescente.

Mary Thigpen
Mary Thigpen

Mais tarde, outros professores tomaram conhecimento dessas mensagens e desse comportamento impróprio entre professora e aluno, e acabaram apresentando queixa desse caso. Um aluno também contou para os professores que o rapaz andava contando que estava fazendo sexo com Mary Thigpen.

O caso chegou a Tribunal e a mulher foi chamada pela Justiça, onde acabou admitindo o relacionamento com o garoto. O adolescente admitiu que além da troca de mensagens mais atrevidas, a professora tinha feito dois atos sexuais com ele, no campo de golfe da escola.

Por causa disso, Mary foi condenada a prisão e vai passar os próximos três meses atrás das grades. Apesar de ter que cumprir uma pena de cadeia, ela não será considerada agressora sexual. Seu comportamento foi considerado impróprio, por ela ser professora e ter se aproveitado da supremacia que exerce sobre o aluno, para ter relações sexuais com ele. No entanto, o adolescente tinha já 18 anos quando isso aconteceu, o que a retira de uma lista de agressores sexuais.


Fonte: Com informações do Blastingnews