Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Professores ameçam greve na UFPI

Professores ameçam greve na UFPI

Compartilhe

Os docentes da Universidade Federal do Piau? - UFPI aguardam com expectativa o resultado da terceira reuni?o entre integrantes do Sindicato Nacional dos Docentes das Institui?es de Ensino Superior (Andes) com representantes do Minist?rio do Planejamento (MPOG) e Minist?rio da Educa??o (MEC). Nas duas reuni?es j? realizadas, os professores n?o tiveram sua pauta de reivindica?es atendida e ainda receberam a informa??o de que o governo n?o disp?e de recursos financeiros para conceder reajuste salarial neste ano. Assembl?ia Geral no PIau? est? marcada para o dia 18, na Adufpi.

Sem reajustes dignos nos sal?rios h? mais de 10 anos, o que gerou ac?mulo de mais de 150% de perdas salariais e ainda a possibilidade de congelamento de sal?rios, em proposta contida no Programa de Acelera??o do Crescimento (PAC), 17 universidades federais j? deliberaram por indicativo de greve.

O presidente da Associa??o dos Docentes da UFPI ? ADUFPI, Francisco Cardoso, disse que em todas as Associa?es de Docentes (ADs) a insatisfa??o com a falta de negocia??o com o governo ? geral. ?Se o governo disser ?n?o?, mais uma vez, ? certo que o Andes vai deliberar para que haja uma greve geral das federais em todo o Brasil?, informou. No Piau?, a ADUFPI j? definiu data para Assembl?ia geral com a categoria. Ser? no pr?ximo dia 18 de setembro, a partir das 16h30. O principal ponto de pauta: vota??o para indicativo de greve com data. "Vamos apenas aguardar a Reuni?o do Setor das Federais, nos dias 14 e 15, em Bras?lia, para sabermos os encaminhamentos em n?vel nacioanal", esclareceu Cardoso.

O Andes j? encaminhou ?s ADs que paralisem suas atividades no pr?ximo dia 13 de setembro. A data ser? de vig?lia em todas as institui?es, por conta da reuni?o decisiva com o Governo. "Nos ?ltimos dois encontros que tivemos o governo n?o apresentou nada. Eles ficaram de se pronunciar e eventualmente apresentar uma contra-proposta ? nossa pauta. Se isso n?o ocorrer, n?o ser? poss?vel termos uma negocia??o e, conseq?entemente, teremos que recorrer a greve. Vamos esperar e se nada acontecer, devemos paralisar nossas atividades ainda na ?ltima semana deste m?s", disse o presidente do Andes, Paulo Rizzo.

A pauta de reivindica?es do Andes inclui - al?m da quest?o salarial - a luta contra a precariza??o do trabalho docente; a defesa da educa??o p?blica; a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extens?o e a abertura imediata de concurso p?blico. O sindicato tamb?m n?o concorda e pede a revoga??o de duas medidas do governo.

A primeira cr?tica ? em rela??o ao Programa de Apoio a Planos de Reestrutura??o e Expans?o das Universidades Federais (Reuni) - criado atrav?s do decreto 6.096, de 24 de abril deste ano. O objetivo, segundo o governo, seria de criar condi?es para a amplia??o do acesso e perman?ncia na educa??o superior, no n?vel de gradua??o, pelo melhor aproveitamento da estrutura f?sica e de recursos humanos existentes nas universidades federais.

No pr?ximo dia 15, o Setor das Institui?es Federais de Ensino Superior (Ifes) do Andes voltar? a se reunir para avaliar os resultados do encontro com o secret?rio de Recursos Humanos do Minist?rio do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, e das assembl?ias realizadas nas se?es sindicais. Ap?s avaliarem o contexto de todos os encontros, o sindicalistas ir?o definir o desfecho da mobiliza??o.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar