Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Putin decide estabelecer quarentena obrigatória na Rússia

Medida válida até 5 de abril. Prefeito de Moscou fez alerta.

Compartilhe
Google Whatsapp

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, decidiu nesta 4ª feira (25.mar.2020) estabelecer a quarentena obrigatória no país mais extenso do mundo para conter o avanço da covid-19. A medida entra em vigor no sábado (28.mar) e segue vigente até 5 de abril. Nesse período, apenas comércios não essenciais deverão permanecer fechados, sendo permitido o funcionamento apenas de serviços dos setores médicos, de transporte e de alguns departamentos do setor público. As informações são do Poder 360.

“Por favor, não se renda à ideia de que ‘ah, isso não vai me afetar’. Isso pode afetar qualquer 1. E o que está acontecendo agora em vários países ocidentais, tanto na Europa quanto além do oceano, pode ser o nosso futuro próximo“, disse Putin em pronunciamento na televisão.

A Rússia tem até o momento ao menos 658 casos de covid-19. Na 3ª feira (24.mar), no entanto, o prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, disse a Putin que o número de casos de coronavírus na capital russa excede em muito os dados oficiais.

O comentário de Sergei Sobyanin, aliado do presidente, foi a indicação mais forte por parte das autoridades russas de que elas não têm uma compreensão completa de quanto o vírus se espalhou por toda a vasta extensão do país.

Sputnik / Aleksei Drujinin

O mandatário russo havia dito, anteriormente, que a situação está sob controle, mas alguns médicos questionaram até que ponto os dados oficiais refletem a realidade. Na 3ª (24.mar), o governo fechou boates, cinemas e centros de entretenimento infantil para conter a propagação do vírus.

“Uma situação séria está se desenrolando“, afirmou Sobyanin a Putin, em reunião. Acrescentou que o número real de casos não está claro, mas que eles estavam aumentando rapidamente.

De acordo com o prefeito, os testes para o novo coronavírus são escassos e muitos moscovitas que retornavam do exterior estavam se isolando em casa ou em casas de férias no campo. Assim, acabava não passando por exames. “Na realidade, há significativamente mais pessoas doentes“, declarou Sobyanin.

Também na 3ª (24.mar), Putin vestiu 1 traje de proteção amarelo brilhante para o corpo inteiro e 1 respirador para visitar um hospital, nos arredores de Moscou, que trata pacientes com a doença respiratória. Ele elogiou os médicos pelo trabalho.

Com informações da Agência Brasil e da Sputnik Brasil




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar