Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Rio Poti preocupa Sílvio e W. Dias

O Parnaíba não é problema, nosso problema é o Rio Poti que está chovendo muito nas suas cabeceiras

Compartilhe

S?lvio Mendes

?Espero que todos possam ter um bom dia, estamos aqui com v?rias autoridades da prefeitura e do estado e o Corpo de Bombeiros. A situa??o passada pela Chesf ? que a tend?ncia ? de manuten??o desse n?vel do Rio Parna?ba. O Rio Canind?, afluente importante, est? subindo muito e a Chesf n?o vai abrir as comportas de Boa Esperan?a. O Parna?ba n?o ? problema, nosso problema ? o Rio Poti que est? chovendo muito nas suas cabeceiras trazendo problemas para o Piau? e Cear?, afirma S?lvio Mendes.

?O ponto cr?tico ? a Regi?o da Lagoinha, Mocambinho as margens do Rio Poti. Na zona Rural temos 68 fam?lias desabrigadas por conta dos riachos que transbordaram, quando o governador chegar vamos a zona Rural?, diz S?lvio Mendes

Wellington Dias

?N?s estamos desde um m?s atr?s dialogando com todos os munic?pios, em Teresina j? havia uma prepara??o por parte do governo, prefeitura e Chesf de modo a termos uma forma de equilibrar o que se solta de ?gua da Barragem de Boa Esperan?a com o que recebemos do lado de c?. O Rio Poti estava soltando 800 mil litros por segundo, hoje est? soltando 1,4 Milh?o com um perspectiva de aumentar, a preocupa??o maior ? o Poti?, diz Wellington Dias.

?Estamos preocupados com as fam?lias ribeirinhas, cuidar da quest?o de acomoda??o e de sa?de, estamos atendendo com alimentos em Barras, recebemos cerca de 26 toneladas de alimentos e encaminhamos um relat?rio para o Minist?rio da Integra??o Nacional?, afirma Wellignton Dias.

?E todas as pessoas que tiverem qualquer problema devem acionar o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil ou a Assist?ncia Social do seu Munic?pio. O inverno deve ser forte at? 20 de Abril. O mais importante ? que ainda n?o tivemos vitimas fatais no Estado?, diz Wellington Dias.

?Barras. Piracuruca. Luzil?ndia. Est? chovendo de uma forma muito intensa, os riachos est?o enchendo e ainda tem o problema de acomoda?es prec?rias?, declara Wellignton Dias.

?N?o tem jeito, a chuva quando cai forte prejudica as estradas.Temos duas equipes atendendo emergencialmente as obstru?es em cada regi?o, mas n?o dar nem para trabalhar, tudo que ? constru?do se destr?i no outro dia?, completou Wellington Dias.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar