Saúde implantará atendimento especializado à população LGBT

O serviço é uma conquista do movimento social

Proporcionar avanços no atendimento da população de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais é a finalidade do secretário Florentino Neto, que recebeu na quarta (28) representantes das comunidade para discutir sobre a implantação do ambulatório para atendimento especializado à população LGBT. O serviço é uma conquista do movimento social por meio da Secretaria de Saúde e reafirmado hoje, 28 de junho, nesta data tão representativa ao movimento, quando é comemorado o dia internacional do orgulho LGBT.

“Estou à disposição para andarmos de mãos dadas por esta causa. Vamos também nos preocupar na capacitação dos profissionais que irão atuar nesse ambulatório e os caminhos técnicos mais adequados para melhor atendê-los”, afirmou e secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, que também ressaltou a importância das reivindicações dos movimentos sociais para as conquistas democráticas.

A implantação do atendimento especializado considera a existência de dados que revelam a desigualdade de acesso aos serviços de saúde, garantindo políticas públicas que atendem às necessidades específicas dessa população, promovendo a equidade.

O Governo já vem desenvolvendo estratégias que garantissem a efetivação da implantação deste novo serviço. Ano passado a Secretaria de Saúde realizou uma consulta pública para que a sociedade piauiense e segmentos organizados da população pudessem opinar sobre o projeto de implantação do atendimento especializado da população LGBT.

O ambulatório, cujo objetivo é cuidar da saúde integral da população LGBT, será formado por equipe multiprofissional, com endocrinologistas, psicólogos, psiquiatras, ginecologista, urologista e assistente social.  O serviço especializado funcionará por meio de uma parceria Secretaria de Estado da Saúde e Secretaria de Estado da Assistência Social, com o Centro de Referência LGBT, sendo um segmento que dispõe de assistência à pessoas desta comunidade. As consultas seriam agendadas neste mesmo espaço, facilitando o acesso ao serviço.

“Ficamos muito felizes em fortalecer o vínculo com a Secretaria de Saúde para melhor atender a nossa comunidade LGBT. Isso mostra que o Governo do Estado está sensibilizado com a causa e chamando para mesa de reunião para discutirmos a melhor forma para implantarmos juntos esse novo serviço”, comenta Maria Laura, coordenadora da comissão de equidade do Conselho Estadual de Saúde e transexual militante do movimento, ela também elogia o secretário Florentino Neto pela recepção numa data tão significativa para a comunidade LGBT.  

O Piauí se tornará referência nacional neste tipo de assistência, em poucos Estados há essa política pública implantada. “A partir do momento que temos a sensibilidade dos nossos gestores públicos, do governador Wellington Dias e do secretário Florentino Neto, podemos chegar muito longe em relação a garantir a equidade para a população LGBT piauiense. Para que o Governo do Estado possa deixar como legado essa política pública, que irá transformar a vida de diversas pessoas” comenta Gilvano Quadros, coordenador de equidade da Saúde.

A previsão é que ainda este ano o ambulatório esteja em funcionamento. Também serão discutidas estratégias para que esta comunidade tenha conhecimento sobre o novo serviço e dos procedimentos para ter acesso.

Fonte: Com informações do Portal do Governo
logomarca do portal meionorte..com