Segurança no Corso terá Delegacia Móvel e helicóptero da PM

A polícia contará com delegacia móvel e pontos de policiamento

Considerado o maior do mundo, o Corso de Teresina deverá reunir milhares de foliões na capital piauiense na tarde deste sábado, dia 18. Para reforçar a segurança de quem quer aproveitar o pré-carnaval na cidade, as Polícias Civil e Militar preparam sistemas de segurança e organizam estratégias para prevenir crimes durante a festa. Uma Delegacia Móvel e um conjunto de viaturas serão destacadas para o policiamento estratégico do local. Um helicóptero e pontos elevados de segurança também vão garantir o monitoramento da movimentação durante a festa.

Registrando cerca de 300 mil pessoas no ano passado, o Corso de Teresina também reúne foliões de diferentes municípios do interior e de Estados vizinhos. Para garantir maior segurança e melhor fluxo do tráfego de veículos, este ano, oito vias e a Ponte da Primavera serão bloqueadas para o evento. A Polícia Civil irá se organizar no local através de delegacia móvel e pontos de policiamento na intermediação.

O delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista garante que haverá policiamento em diferentes locais do percurso do corso, incluindo diligências durante o trajeto.  “Nós vamos atuar com a Delegacia Móvel e mais cinquenta policiais civis nos pontos de atuação abaixo da Ponte Estaiada, no Balão da Newland e no Balão do Aerobusiness, com viaturas. E vamos ter policiais tanto nesses locais como também à paisana entre os foliões, na tentativa de identificar possíveis pessoas que estejam tentando cometer algum crime”, informa o delegado.

A Polícia Militar vai destacar 709 policiais para o policiamento ostensivo. Os PMs vão se distribuir na avenida e no entorno do Corso. A Cavalaria Militar fará o patrulhamento nas margens do Rio Poty. Além dos stands tradicionais de segurança, estarão espalhados, pela Avenida Raul Lopes, 20 postos elevados de segurança, com monitoramento da Polícia Militar. Patrulhas da Companhia de Policiamento Independente de Trânsito (Ciptran) estarão nas vias de acesso da avenida para ajudar a controlar o trânsito.

“Vamos trabalhar com mais de 700 PMs em três turnos de trabalho. Teremos emprego de viaturas de moto e nossos helicópteros também estarão atuando. Estamos preparando o aparato da corporação para que possamos ter uma festa carnavalesca tranquila”, garante o assessor de comunicação da PM do Piauí, Major John.

O Corso começa às 16h, no cruzamento da Avenida Petrônio Portela com a Duque de Caxias, no bairro Primavera, seguindo pela Avenida Raul Lopes, na zona Leste da capital. A dispersão será no balão do Parque Potycabana.

Segurança da Mulher

A Coordenadoria de Estado de Políticas para Mulheres (CEPM) estará presente com o “Observatório da Mulher”,  estrutura que prestará atendimento psicológico e social, caso aconteçam crimes contra mulheres no local. A equipe também estará preparada para fazer o encaminhamento de denúncias para a Delegacia de Gênero.

Além disso, durante os eventos carnavalescos que ocorrem no Piauí, serão entregues materiais de caráter preventivo e informativo.

“Novamente, estamos nos mobilizando durante o período de Carnaval para que possamos coibir atos de violência. Neste ano, o Observatório da Mulher servirá como um apoio a mais nesse trabalho. Toda e qualquer mulher que passou por algum tipo de agressão, abuso e/ou assédio, poderá se dirigir ao nosso espaço, e lá nós a encaminharemos diretamente para a Delegacia de Gênero. Também abordaremos as foliãs e foliões e entregaremos material informativo e preventivo sobre violência”, afirmou a coordenadora, Haldaci Regina.

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com