A morte repentina e precoce do jovem Alan Rodrigues Lima, de apenas 21 anos, ocorrida na noite deste domingo (9), chocou a população do município de Jaicós, onde ele trabalhava como socorrista do SAMU e era bastante conhecido.

Alan faleceu vítima de um acidente de trânsito que aconteceu próximo da meia noite na BR-407, em um local conhecido como ladeira do ‘S’, no perímetro do município de Patos do Piauí.

O corpo chegou ao povoado Croazal na manhã de segunda-feira (10), por volta das 10h, e foi velado na casa de sua mãe até o início da tarde. Por volta das 13h50, o corpo do jovem deixou a residência e seguiu em direção ao cemitério da comunidade.

Alan faleceu vítima de um acidente de trânsito na BR-407 - Foto: Arquivo PessoalAlan faleceu vítima de um acidente de trânsito na BR-407 - Foto: Arquivo Pessoal

O cortejo foi seguido por uma ambulância do SAMU e um grande número de pessoas, dentre familiares e amigos. A urna funerária com Alan Rodrigues entrou no cemitério levado pelos colegas de trabalho, sendo sepultado sob forte comoção e muitos aplausos.

Alan trabalhava há cerca de um ano como socorrista e integrava a segunda equipe do SAMU de Jaicós. A coordenadora do Serviço, a enfermeira Iadra Fontes, falou sobre o profissional que era Alan. “Era um jovem muito responsável, comprometido com o trabalho e, acima de tudo, muito humano no serviço, que tentava se capacitar a cada dia para ofertar o melhor para a população”.

Iandra foi uma das profissionais a participar da ocorrência. Ela disse que o SAMU foi acionado e saiu para o local indicado, mas não sabia que se tratava de um colega de profissão. “Quando chegamos no local acabamos descobrindo que era ele. Todas as ocorrências são tristes, mas essa foi ainda pior para nós. Era com um colega de trabalho que não tivemos nem a chance de socorrê-lo. Apenas constatamos o óbito.”, relatou.

Cortejo foi seguido por muitos familiares e amigos - Foto: Cidades na NetCortejo foi seguido por muitos familiares e amigos - Foto: Cidades na Net

O prefeito de Jaicós, Ogilvan Oliveira, o Neném de Edite, acompanhou o cortejo. Em entrevista, ele destacou o comprometimento de Alan como profissional. “Alan estava como condutor do SAMU há cerca de um ano. Era um profissional dedicado, que a cada dia correspondia os anseios da equipe, da Secretaria de Saúde, da população que precisava dos serviços. Alan conhecia bem a zona rural do município, o que facilitava o trabalho do SAMU.”, citou.  

Neném de Edite frisou que o jovem estava empolgado com o trabalho. “Estava muito feliz com esse momento na vida dele diante da oportunidade que teve. Ele nos relava isso com frequência. Enfim, é uma perda irreparável para os seus familiares, para o SAMU e o município de Jaicós.”, finalizou.

Familiares e amigos se uniram para prestar as últimas homenagens para Alan - Foto: Cidades na NetFamiliares e amigos se uniram para prestar as últimas homenagens para Alan - Foto: Cidades na Net

Colegas de profissão lamentaram o fato de não terem socorrido Alan Rodrigues - Foto: Cidades na NetColegas de profissão lamentaram o fato de não terem socorrido Alan Rodrigues - Foto: Cidades na Net

Ambulância do SAMU de Jaicós também foi acompanhar o sepultamento do jovem - Foto: Cidades na NetAmbulância do SAMU de Jaicós também foi acompanhar o sepultamento do jovem - Foto: Cidades na Net