Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

SP: Acusado de estupros diz que não se lembra de ter cometido crimes

De acordo com a Polícia Civil, três mulheres reconheceram o suspeito após registrarem ocorrências.

Compartilhe
Google Whatsapp

Um homem identificado como Marco Domingues, de 33 anos, foi preso enquanto dormia em sua própria ca em Registro, no interior de São Paulo, acusado de cometer crimes sexuais contra diversas mulheres, sendo que três vítimas o reconheceram. As informações sã da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) repassadas aos G1, na cidade na manhã desta terça-feira (4). 

O suspeito alegou a policia que não se lembra dos crimes.

Em depoimento à polícia, uma das vítimas contou que no dia 21 de maio andava pela Rua José Antonio de Campos, no Centro da cidade, por volta das 19h, quando foi atacada pelo suspeito que tentou abaixar a calça dela. Conforme o relato da mulher, que preferiu manter a identidade no anonimato, o suspeito ainda disse “calma que olhar e passar a mão não tira pedaço”, fugindo em seguida.

A Polícia Civil afirma que passou a investigar os crimes para identificar e responsabilizar o suspeito, considerado 'maníaco sexual' pelas autoridades. , morava no bairro Vila Nova e foi localizado após informações de testemunhas e elaboração de retrato falado, que ajudaram a identificar onde ela residia.

G1 Santos

Dois dias depois, duas mulheres compareceram à Delegacia Seccional de Registro, informando que foram importunadas por um rapaz. A primeira, por volta das 18h45, e a segunda, alguns minutos depois, também na região central cidade. Ainda segundo a Polícia Civil, o homem foi reconhecido pelas três vítimas na delegacia quando foi detido, mas durante interrogatório, se fez de desentendido e disse não se lembrar dos crimes que cometeu.

O delegado responsável pelo caso informou que o suspeito já tinha passagens criminais e que deixou a cadeia em 2017. Ele foi encaminhado à cadeia pública de Registro e pode ser condenado a até 15 anos de prisão.


Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto