Striper é condenada por deixar cliente cego em casa noturna

Eles vão ter que pagar uma indenização de R$ 190 mil ao homem

Após tramitar por mais de três anos na Justiça de Goiás, um caso inusitado chegou ao seu desfecho na cidade de Aparecida de Goiânia. A dançarina erótica Karina da Silva, conhecida como Mulher Pimenta, foi condenada em fevereiro, juntamente com o dono da casa de show em que ela se apresentava, por deixar um cliente cego de um olho. 

Eles vão ter que pagar uma indenização de R$ 190 mil ao homem, mais pensão vitalícia.

Striper é condenada por deixar cliente cego em casa noturna
Striper é condenada por deixar cliente cego em casa noturna


Segundo os registros policiais, Karina fazia um show de dança erótica na casa noturna. Ela alega que teria sido tocada pelo homem enquanto estava de quatro no palco. Em um ato reflexo ao toque, deu um chute para trás, acertando a vítima com o salto agulha do sapato que calçava.

“Ele enfiou o dedo em mim”, contou aos policiais. A vítima, Daniel de Arruda, teve o olho afundado e perdeu a visão do lado esquerdo por conta do impacto. Além disso, o globo ocular foi retirado e precisa ser substituído por uma prótese.

Fonte: Com informações do Metropoles
logomarca do portal meionorte..com