Sufista é resgatado depois de ficar 32h desaparecido em alto mar

Ele foi encaminhado ao hospital e seu estado é estável

Um jovem surfista foi resgatado com vida nas águas congelantes da Escócia depois de ficar 32 horas no mar. Matthew Bryce, de 22 anos de idade, tinha saído para surfar na costa de Artyl, no noroeste da Grã-Bretanha, às 9h da manhã do último domingo (30) e não era visto desde então.

Resgatado pela Gaurda Costeira de Belfest, na Irlanda do Norte, o surfista local de Glasgow foi encontrado às 19h30 do dia seguinte, em estado de hipotermia, mas consciente. De helicóptero, Matthew foi encaminhado ao hospital e seu estado é estável. 

"Ele teve muita sorte", disse Dawn Petrie, da Guarda Costeira de Belfast, à "BBC". "Já estávamos perdendo as esperanças de encontrá-lo depois de tanto tempo na água, e estávamos ainda mais preocupados com a chegada da noite."


Depois do alerta de seu desaparecimento, autoridades locais se uniram a membros das forças de segurança local para as buscas. Matthew Bryce foi avistado por uma equipe em um helicóptero a cerca de 21 quilômetros da costa, ainda com sua prancha de surfe.

O inspetor-chefe das buscas, Paul Robertson agradeceu a solidariedade nas buscas do jovem. "A reposta ao nosso apelo para encontrar Matthew foi excelente. Foi um esforço real da equipe e gostaria de agradecer a todos que ofereceram sua ajuda".

"Estou muito grato que agora estou aqui no hospital recebendo tratamento. Eu não posso agradecer o suficiente àqueles que me resgataram e cuidaram de mim, todos eles são heróis", disse Matthew Bryce.

Coisa certa

Dawn Petrie ainda afirmou que o surfista "fez a coisa certa ao permanecer com sua prancha". "Ele também estava com as roupas certas, inclusive um traje de neoprene grosso. Tudo isso provavelmente o ajudou a sobreviver por tanto tempo", afirmou o membro da Guarda Costeira de Belfast.


Fonte: ig
logomarca do portal meionorte..com