Suspeito de matar filhos já havia sido denunciado pela mãe

Mãe havia viajado e deixado crianças aos cuidados da avó paterna

A prefeitura de Forquilhinha, no Sul de Santa Catarina, decretou na manhã desta quinta-feira (3) luto oficial de três dias pela morte de três crianças que nasceram no município e foram encontradas mortas em Porto Rico na quarta (2). A polícia local  afirmou que elas foram mortas pelo próprio pai, que se enforcou.

O município informou que elabora também uma programação com palestras em escolas, para usuários dos postos de saúde e dos serviços de assistência social para combater a violência doméstica e contra crianças.

Conforme a família, as duas meninas e um menino, com idades entre 5 e 9 anos são brasileiras, como a mãe, e nasceram no Sul de Santa Catarina. De acordo com a polícia local, o crime ocorreu em uma casa na localidade de Jacaranda de Ponce. Há indícios de que as crianças foram asfixiadas ou estranguladas e que o pai, identificado como o norte-americano Erick Ramírez, de 50 anos, se matou em seguida.

Segundo uma tia das crianças, o homem havia sido denunciado pela mãe das crianças por violência contra a mulher. De acordo com a Polícia de Porto Rico, a mãe havia deixado as crianças aos cuidados da avó paterna enquanto fazia uma viagem. Ela não impedia o relacionamento do pai com Erick Gabriel, de 9 anos, Elin, de 7, e Emanuele, de 5.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com