Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

TAM quer "minar nossas forças", dizem parentes de vítimas do vôo 3054

TAM quer "minar nossas forças", dizem parentes de vítimas do vôo 3054

Compartilhe

Parentes das v?timas do v?o JJ 3054 atacaram a TAM em um manifesto divulgado na tarde deste domingo. No texto, os familiares dizem que h? informa?es desencontradas e diz que a empresa tenta "minar nossas for?as, ao mesmo tempo em que tenta preservar sua imagem junto ? opini?o p?blica".

Os familiares estiveram reunidos ontem (15) e hoje em um hotel na zona sul de S?o Paulo para discutir a cria??o de uma associa??o, que ter? como objetivo acompanhar de perto as investiga?es sobre a maior trag?dia a?rea do Brasil, que matou 199 pessoas em 17 de julho.

Sobre as causas do acidente, os parentes afirmam que pensam "se tratar de uma conflu?ncia de fatores, que v?o da omiss?o dos ?rg?os governamentais ? neglig?ncia da companhia a?rea, dentro desta crise estrutural do setor a?reo que se arrasta h? anos. Em outras palavras, a gan?ncia pelo lucro causou mais uma trag?dia no Brasil".

A assessoria de imprensa da TAM informou que a empresa n?o ir? comentar o manifesto. A companhia a?rea afirma que na pr?xima ter?a-feira ser? assinado o termo de compromisso entre a empresa, a Secretaria de Justi?a, Minist?rio P?blico do Estado de S?o Paulo, Defensoria P?blica do estado, Procon e representantes das fam?lias, para documentar a transpar?ncia nas informa?es.

A TAM diz que tem colaborado com os ?rg?os competentes que investigam as causas do acidente e declara ser de interesse da empresa esclarecer a trag?dia.

Leia na ?ntegra o manifesto:

"N?s, familiares das v?timas do v?o TAM JJ 3054, reunidos nos dias 15 e 16 de setembro de 2007, em S?o Paulo (SP), vimos a p?blico manifestar nossa indigna??o e nossa dor com a perda de nossos entes queridos, vitimados na trag?dia ocorrida em 17 de julho de 2007.

No dia 17 de setembro, completam-se dois meses do desastre. Al?m do trauma gerado em nossas fam?lias, permanece a desinforma??o a respeito das causas da trag?dia. Diante dessa situa??o, afirmamos:

1. A dor e a revolta n?o cessam. Fam?lias se desestruturaram e, para muitos, a vida perdeu o sentido. Alguns est?o vivendo a base de medicamentos, largaram seus empregos e n?o fazem outra coisa a n?o ser lidar no dia-a-dia com a morte de seus familiares.

2. Os in?meros relatos apresentados pelos familiares deixam claro que ainda h? muitas informa?es desencontradas por parte da companhia a?rea. Demandas semelhantes entre as fam?lias v?m sendo tratadas de formas distintas. Est? claro que a TAM procura minar nossas for?as, ao mesmo tempo em que tenta preservar sua imagem junto ? opini?o p?blica. Enquanto isso, as not?cias divulgadas na imprensa revelam que ainda h? aeronaves voando com problemas, os aeroportos permanecem sobrecarregados, e a fiscaliza??o pelos ?rg?os competentes, da mesma forma, continua inadequada.

3. Sobre as causas que levaram a essa trag?dia, sabemos se tratar de uma conflu?ncia de fatores, que v?o da omiss?o dos ?rg?os governamentais ? neglig?ncia da companhia a?rea, dentro desta crise estrutural do setor a?reo que se arrasta h? anos. Em outras palavras, a gan?ncia pelo lucro causou mais uma trag?dia no Brasil.

4. Neste momento, nosso maior objetivo ? que as investiga?es sejam ?geis e transparentes e que todos os respons?veis sejam punidos, para que trag?dias como essa n?o mais se repitam. ? fundamental que este processo seja transparente e que as informa?es estejam dispon?veis ?s autoridades policiais. ? inadmiss?vel que um verdadeiro crime como este termine em impunidade.

Tristes e certos de que n?o teremos nossos familiares de volta, esperamos que estas tr?gicas mortes sirvam, ao menos, para evitar que outras vidas sejam perdidas no Brasil, v?timas da omiss?o estatal e da gan?ncia privada.

S?o Paulo, 16 de Setembro de 2007"


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar