Técnica de enfermagem fala de erro que matou mulher e pede desculpa

O depoimento da técnica durou aproximadamente duas horas.

A técnica de enfermagem que é suspeita de ter aplicado um remédio errado em uma paciente prestou depoimento à Polícia Civil nesta quarta-feira (8), em Franca (SP). A mulher que recebeu a medicação, a fotógrafa Zélia Lúcia Barbosa Moreira, sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu horas depois disso.

Image title

O depoimento da técnica de enfermagem durou aproximadamente duas horas. Ao delegado Luis Carlos da Silva, ela relatou o que ocorreu no dia em que aplicou duas injeções na fotógrafa, que passou mal poucos minutos depois de receber as medicações.

“Foi me entregue a medicação errada. A medicação certa estava em outro local. Foi um funcionário que entregou pra mim. Nessa troca de plantão, ele me entregou e disse pra mim que era aquela medicação que era para ser administrada e o procedimento como era para ser feito”, afirma.

A técnica de enfermagem afirma ainda que não deveria ter sido a responsável por aplicar a injeção em Zélia quando o tratamento da fotógrafa chegava ao fim. Ela diz que não consegue mais dormir e pediu desculpas aos familiares da vítima.

“Eu acho que nenhuma condenação assim, nenhuma punição que eu tiver é maior que minha consciência. Porque todo dia quando eu deito para dormir eu lembro do que aconteceu. Eu peço desculpas aos filhos. Me desculpe. Nada, nenhuma punição vai ser maior que minha consciência. Vou carregar para o resto da minha vida”, conclui.

Image title

Fonte: Com informações do G1