Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Jovens contratam matador por causa de comentário no Face

O caso, conhecido como “Assassinato do Facebook” na Holanda, aconteceu em janeiro deste ano

Jovens contratam matador por causa de comentário no Face
Menina de 15 anos foi esfaqueada por conta de briga no Facebook | Reprodução
Compartilhe

Um casal de adolescentes holandeses foi condenado pela Justiça local na última segunda-feira (12) pelo assassinato Joyce Winsie, de apenas 15 anos. Wesley C., de 18 anos, e Polly W., de 16, teriam contratado outro jovem para matar a menina por conta de comentários no Facebook. Os responsáveis pelo crime ficarão dois anos em uma casa de detenção para jovens, e terão que realizar sessões de terapia por três anos.

O caso, conhecido como ?Assassinato do Facebook? na Holanda, aconteceu em janeiro deste ano, quando os dois contrataram Jing Hua K., de 14 anos, para assassinar a menina. O crime foi motivado por uma série de discussões e xingamentos entre a vítima e a adolescente na rede social. Irritada com os comentários da ?amiga?, Polly pediu que o namorado, Wesley, tomasse uma providência. Ele, então, ligou para Jing dizendo que ?precisava silenciar alguém?. Por ? 150 (cerca de R$ 400), o garoto aceitou o ?trabalho?.

O jovem foi até a casa de Winsie, na cidade de Arnhem, e disse que tinha uma encomenda para ela. Quando a jovem, abriu a porta, foi esfaqueada. Ela chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu e faleceu cinco dias depois. O pai dela também foi atacado e, apesar de ter ficado com uma cicatriz no rosto, acabou sobrevivendo.

?Os acusados são culpados de uma ofensa criminal séria. O fato de uma amizade entre duas meninas jovens acabar virando um ódio profundo e gerar um caso de assassinato é chocante e complicado de entender?, declarou a corte da cidade de Arnhem, em uma nota oficial sobre o caso.

O adolescente que cometeu o crime, por sua vez, foi julgado em setembro e também acabou condenado. A pena foi de um ano de detenção em uma instituição para menores e mais três anos em uma prisão psiquiátrica.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar