Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Embarque nos aeroportos poderá ser feito por selfie em breve

A solução ainda vai permitir o controle de toda a trajetória do viajante

Compartilhe

O Serpro (Serviço de Processamento de Dados do Governo Federal) desenvolveu uma tecnologia que promete facilitar a vida de viajantes nos aeroportos brasileiros. Trata-se do Embarque Seguro, um sistema de reconhecimento por biometria para validar a identidade da pessoa por meio de selfies que serão comparadas com a base de dados do Denatran. 

A solução ainda vai permitir o controle de toda a trajetória do viajante, seu histórico e das pessoas que compartilharam voos com ele, além de integrar dados de órgãos diversos, como Interpol e Polícia Civil. 

Futuramente, a ferramenta também deverá avisar o viajante sobre quanto tempo falta para a saída do voo e identificar o portão correto de embarque, entre outros serviços.

“A responsabilidade pela validação da identidade do viajante deixa de ser das companhias aéreas e passa a ser feita, com toda segurança, pelo Governo Federal”, anunciou o coordenador da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Carlos Eduardo Gomes.

Embarque por selfies

A validação da identidade do viajante com o Embarque Seguro acontece por meio de duas selfies: uma tirada antes da entrada na área restrita do aeroporto e outra, anterior ao embarque. 

As fotos então são comparadas com outras da base do Denatran, e o sistema registra um “percentual de similaridade”, garantindo a identidade de quem vai viajar. O Serpro destaca que o uso de todas essas informações está alinhado à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

O cartão de embarque passa a ser emitido com o QR Code Vio, desenvolvido também pelo Serpro. Segundo a empresa, isso permite que os agentes façam a validação mesmo em caso de falta de eletricidade ou de internet no aeroporto, por exemplo.

Desenvolvida a pedido do Ministério da Infraestrutura, a tecnologia está em fase piloto, com previsão de implantação do embarque de testes ainda este ano.


 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar