Teresina: 53ª Faxina visita os bairros Planalto Ininga e Saci

A operação já recolheu 5.103 toneladas de lixo em Teresina.

Com a época de chuvas, devemos ficar mais atentos para evitar o acúmulo de água no lixo de nossas residências. A Prefeitura de Teresina promove hoje a 53ª edição da Faxina nos Bairros, que desta vez acontecerá no Planalto Ininga, zona Leste, e Saci, zona Sul, e pede a colaboração no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da zika, dengue e chikungunya.

Na zona Leste, o ponto de partida é a Escola Municipal Planalto Ininga. As equipes da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs), que organizam a ação, vão percorrer o quadrante formado pelas avenidas Homero Castelo Branco, Presidente Kennedy, Juiz João Almeida e Rua Ulisses Marques. Na zona Sul, a faxina será no quadrante formado pelas ruas Henry Wall de Carvalho, General João Henrique Gayoso, Francisco de Melo Lobo (19 de outubro) e Rua Um. O ponto de partida será a Praça das Palmeiras.

Durante a ação de limpeza as pessoas são orientadas a colocarem na calçada todo aquele material que possa se tornar criadouro de mosquito e que não são recolhidos na coleta rotineira de lixo domiciliar. Caminhões de limpeza recolherão os entulhos que podem acumular água e farão a capina das ruas. “A Faxina é um trabalho que alia limpeza e educação, pois enquanto o lixo é recolhido, os agentes de endemias orientam a população sobre os cuidados a serem tomados contra o Aedes”, conta Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses de Teresina.

  A FMS faz um apelo à população para que colabore com a faxina, especialmente neste período marcado por grandes chuvas e com alto potencial de acúmulo de água nos menores recipientes possíveis. “A prefeitura de Teresina gasta mais de R$ 6 milhões por mês com limpeza, mas para nos livrarmos desta ameaça precisamos que as pessoas colaborem”, diz o presidente da FMS de Teresina, Sílvio Mendes. “O trabalho de combate ao mosquito deve ser feito em conjunto entre o poder público e a população, que se torna responsável pela formação dos criadouros do mosquito dentro de sua própria casa”, afirma Sílvio Mendes.

Em atividade desde 2015, a faxina já recolheu 5.103 toneladas de lixo em Teresina. Somente na última edição, foram 77,230 toneladas nos bairros da zona Norte e 96 toneladas na zona Sudeste. “Nesta época de chuvas devemos estar muito atentos, pois qualquer local que acumule água pode abrigar larvas do mosquito”, alerta Oriana Bezerra.

Fonte: Assessoria/ Prefeitura de Teresina