UPA atenderá turistas durante a Ópera Serra da Capivara

UPA de SRN realiza 150 atendimentos por dia.

Com uma média de 150 atendimentos por dia, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Raimundo Nonato está preparada para receber os turistas que precisarem de atendimento durante a Ópera Serra da Capivara, evento do Governo do Estado do Piauí, Prefeitura Municipal e ICMBio e a Fumdham, e que será realizado nos dias 23 a 29 de julho, no Parque Nacional da Serra da Capivara.

Para isso, foi elaborado um plano de ação que contempla reforço na equipe de saúde e o suporte do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Avançado (Samu) e o aéreo.

De acordo com o diretor-geral da UPA e também do Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, Rogério Castro, a unidade tem pico de atendimentos entre 180 a 200 pacientes por dia, o que demonstra a capacidade de assistência hospitalar. “Contamos com dois médicos plantonistas por dia e vamos colocar mais um para atendimento, durante a Ópera”, afirma.

A UPA de São Raimundo Nonato faz atendimento de urgência e emergência nas áreas clínicas e de traumas, recebendo pacientes de 18 municípios e ainda de demanda espontânea de três municípios da Bahia.

Rede hospitalar

Com a abertura da UPA em janeiro de 2017, o Hospital Regional Senador Cândido Ferraz passou a atender somente pacientes eletivos e de obstetrícia. Após 24 horas em observação na UPA, se houver necessidade, o paciente é encaminhado para o Hospital e aqueles casos mais graves são regulados sejam para o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, ou os hospitais de Teresina.

“A partir da abertura da UPA, o hospital passou a ser retaguarda do serviço de urgência e emergência. Todas as internações passam a ser referenciadas, reguladas, a partir do pronto atendimento. A UPA é um serviço novo e mais estruturado que tem a capacidade de atendimento maior que tinha o pronto socorro do Hospital”, diz Rogério Castro.

Outra ação da Secretaria de Estado da Saúde, em São Raimundo Nonato, será voltada para a assistência às mamães e aos recém-nascidos, com a abertura do Centro de Parto Normal (CPN) e a Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Comum (Ucinco), que contará com 10 leitos. As obras deverão ser entregues em 2017 e integram a Rede Cegonha, para o fortalecimento na assistência obstétrica.  

No CPN, a unidade será voltada para assistência à mulher, com cinco salas para parto humanizado, equipada com banheiras para o trabalho de parto, além de outros equipamentos para o estímulo à evolução do parto, como barra fixa, cavalinho, arco de suporte.

Fonte: Portal do Governo do Piauí
logomarca do portal meionorte..com