Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Venezuelanos em Teresina ficarão isolados em albergue

Na testagem realizada pela Fundação Municipal de Saúde de Teresina, um homem de 58 anos apresentou agravamento do quadro e está internado

Compartilhe

Com o avanço da pandemia do coronavírus, a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) disponibilizou um novo espaço para acolher venezuelanos que testaram positivo para Covid-19. O Albergue Casa Caminho vai funcionar como um lar de isolamento para os infectados.

Morando na Teresina desde o início de 2019, apenas nos mês de junho, pelo menos 78 indígenas venezuelanos da etnia Warao foram diagnosticados com Covid-19. Eles fazem parte de um grupo de 203 refugiados que vivem em três abrigos cedidos pela Prefeitura Municipal de Teresina. A instituição de acolhimento para pessoas em situação de rua estava sem funcionar desde que o grupo havia sido transferido para um abrigo no estádio Lindolfo Monteiro. 

foto: Divulgação

Por meio do trabalho da Semcaspi, articulado com o Governo do estado do Piauí, agentes da saúde e assistentes sociais têm realizado diversas ações de conscientização sobre o coronavírus.

"A  equipe técnica da Semcaspi tem garantido um trabalho através dos nossos educadores sociais de sensibilização, no intuito de que eles entendam que mesmo dentro da cultura deles, uma rotina de isolamento social e também do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) são necessários", destaca Janaína Carvalho, secretária da Semcaspi.

No entanto, de acordo com a secretária, por razões culturais, alguns têm resistido aos cuidados

"Infelizmente, o público indígena Warao tem uma especificidade na cultura que termina impedindo o isolamento. Eles não aderiram 100% ao isolamento social e mesmo sob todo monitoramento e orientação, alguns continuaram saindo dos abrigos", conta.

Na testagem realizada pela Fundação Municipal de Saúde de Teresina, um homem de 58 anos apresentou agravamento do quadro e está internado, mas não corre risco de vida. Os demais positivados apresentam sintomas leves e estão sob monitoramento. 

"A prefeitura de Teresina, através da Semcaspi e da Fundação Municipal de Saúde em articulação com o poder do estado, tem nos garantido espaços e temos dado todo o esforço no sentido de dar a eles essa proteção social e dentro dessa complexidade da pandemia, esses cuidados são necessários no momento", conclui Janaína Carvalho.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar