Wellington prestigia posse do reitor e destaca parcerias com a UFPI

Wellington Dias ressaltou a importância da instituição para o Piauí

O governador Wellington Dias participou, nessa sexta-feira (9), da solenidade de recondução do professor José Arimatéa Lopes Dantas e da professora Naldir Nascimento aos cargos de reitor e vice-reitora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no Cineteatro da instituição, em Teresina.

Wellington Dias ressaltou a importância da instituição para o desenvolvimento do Piauí e enfatizou as parcerias que estão sendo realizadas com o Governo do Estado. “Estou aqui para dar o meu abraço em nome do povo do Piauí e mais uma vez reforçar o nosso compromisso de trabalharmos juntos. A educação é transformadora e se o Piauí tem crescido e desenvolvido devemos muito as oportunidades de qualificação nas mais diversas áreas. Cito aqui o exemplo de Santa Filomena uma região que cresce 27% ao ano, mesmo com todo o momento de instabilidade, e é destaque com a produção de soja e com certeza isso tem a ver com a transferência de conhecimento com a instalação do Polo da UFPI na região dos cerrados”, comentou.

Dias também falou da sua animação com a Universidade Aberta, que disponibilizou mais de seis mil vagas, dando oportunidades para que os piauienses possam ter acesso ao curso superior sem precisar sair do seu município.

O reitor José de Arimatéa aproveitou a oportunidade para fazer um balanço da primeira gestão, destacando números entre 2012 e 2016 e disse não esconder a felicidade de ter feito uma gestão que é reconhecida e aprovada pela comunidade acadêmica, o que explica os 86% dos votos. “Subimos 30 posições no Ranking das Universidades Federais do Brasil, saímos do 69º para o 39º lugar, entre as 192 instituições. Nós não devemos a ninguém em competência, crescemos no número de programas de pós-graduação, dobramos o número de doutorados que chegam a 10. Ganhamos diversos prêmios, inclusive chegamos a ganhar todas as categorias de um desafio de sustentabilidade entre as 63 Universidades Federais do Brasil, por que temos boas ideias e alunos e professores compromissados.   O nosso desafio é continuar crescendo, sempre ligados a esse modelo de gestão que implantamos compartilhada, de diálogo e de proximidade entre a gestão, a comunidade acadêmica e a sociedade civil. A UFPI é um patrimônio de todos os piauienses”, disse.

Fonte: Ascom
logomarca do portal meionorte..com