Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

O vereador Batista fala no Jornal Tribuna

O vereador Batista fala no Jornal Tribuna
Vereador Batista | Gilson Nascimento
Compartilhe

O vereador Batista fala no Jornal Tribuna

De inicio O vereador falou do curso do SENAR, ?porque nós como vereadores, temos que buscar melhorias para nossa população e qualificação da mão de obras e aumentar a renda. E sobre esse oficio na outra Sexta eu falei que não iria me pronunciar sobre esse assunto, porque eu disse que investigasse, e então fazendo uma analise vejo que as pessoas que estão envolvidas no caso não são muito legas, Estão fazendo desse assunto um caso político. Se colocasse a Caixa Econômica como alvo, iria trazer muitas discussões, por que pra você sacar mais de mil reais na Caixa Econômica você passa horas e horas lá, sendo pisado, massacrado. O que se ver que em um oficio foi desviado mais de 300 mil reais, se eu não me engano, então agente ver que de um certo modo existe, uma convivência, uma harmonia entre os idealizadores de tal crime, tão grosseiro que abalou a nossa cidade, em especial aquelas pessoas que trabalham na prefeitura por muitos anos .Eu gostaria de tonar publico senhores vereadores e platéia que nós houve pela Radio Vila dos Humildes e aqui presentes, o vereador Batista durante dois anos foi presidente da Câmara , dentro desse dois anos, nós tivemos na acessória contabilidade, cujo era responsável pela individualização desses recursos, com qual enviava a Caixa Econômica ou a Receita Federal essas informações da prefeitura municipal vinha o certificado Digital de sua propriedade, como o vereador ? Henrique César? sabe, que todos os anos ou a cada dois anos é necessário comprar o certificado digital. Eu já fui supervisor de ensino de Alto Longá, já fui diretor de escola, presidente do Conselhor Tutelar, professor da rede Estadual e Municipal, sou vereador e ninguém prova algum ato de irresponsabilidade, por parte da minha pessoa durante os anos em que eu administrei na área educacional, todos as minhas prestações de contas, foram aprovadas, sem ressalva, fui eleito presidente da Câmara, passei dois anos administrando esse poder as minhas prestações de contas do ano de 2009 foi aprovada, sem aplicação de multas e de 2010, segundo a acessória jurídica e contábil que estava administrando, disse que foi melhor que a de 2009, por tanto irá ser aprovada com certeza, com fé em Deus. Eu tenho essa imagem limpa, mas eu queria falar em especial da lei nº 44 da Constituição que diz: O vereador e invendável por sua opinião, palavras e grosserias e votos no exercício do mandato na Constituição Municipal. O artigo 87, os vereadores são agentes políticos, parágrafo primeiro. Eu vou falar baseado nesses dois artigos, porque recentemente fui acusado pela supervisora de ensino de forma grosseira, ela me chamou de ?bandido?, porque eu havia espalhado essas cartas nas escolas, olham essas cartas que andam por ai, eu só tenho uma copia, eu não reproduzir nenhuma carta, ela simplesmente me acusou de bandido, porque eu estava divulgando essa copias do oficio nas escolas, eu perguntei pra ela se tinha como provar, porque não levei pro Acrísio Veras e nem pro Sebastião, só comentei com algumas pessoas na cidade. ?Não sou bandido é preciso que respeitem mais os professores e diretoras das escolas e todos os cidadãos?.






Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar