Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Cana-de-açúcar: com irrigação maior produção.

Compartilhe

Logo abaixo, mais um artigo do amarantino Jos? Augusto que ser? publicado no jornal Piau? Rural de agosto 2008, com uma explana??o no crescimento do cultivo da cana de a?car e na avalia??o do desempenho dos seus sistemas de irriga??o.

CANA-DE-A??CAR - COM IRRIGA??O MAIOR PRODU??O

O setor canavieiro passa atualmente por um per?odo de crescimento singular. Estimulado, principalmente, pela crescente demanda de ?lcool, tanto no mercado interno, em fun??o do sucesso dos ve?culos flex-fuel (consumo preferencial de ?lcool), como pelo interesse mundial crescente na utiliza??o do etanol, combust?vel produzido a partir de biomassa (mat?ria-prima renov?vel) e apto a ser misturado ? gasolina. Tamb?m a competitividade brasileira traz a oportunidade de exporta??o crescente, aliada a ainda vigente redu??o dos subs?dios ? exporta??o de a?car na Uni?o Europ?ia. Da? a euforia de todo o setor. Em fun??o desta demanda, novas regi?es est?o sendo rapidamente incorporadas ?s regi?es produtoras tradicionais. No entanto para que o crescimento do setor seja mantido em condi?es rent?veis, ele dever? ser apoiado n?o apenas na amplia??o das ?reas agr?colas, mas no aumento da produtividade, especialmente considerando, da parte do produtor agr?cola, a redu??o do seu retorno financeiro verificada nos ?ltimos dois anos. Deste modo, ? de capital import?ncia ? aplica??o de novas t?cnicas que visem ? otimiza??o do setor, no que diz respeito ? evolu??o tecnol?gica, de forma a proporcionar cont?nua eleva??o dos ?ndices de produtividade por ?rea, uma vez que a cultura possui um potencial biol?gico de 345,6 toneladas por hectare/ano, a depender de fatores como clima, solo e manejo fitot?cnico.

Neste contexto, a irriga??o suplementar da cultura tem surgido como uma inova??o tecnol?gica no setor e t?m apresentado resultados promissores. Sistemas de irriga??o eram utilizados anteriormente apenas para a aplica??o da vinha?a, mas novos experimentos t?m sido conduzidos para verificar os efeitos da irriga??o na produ??o da cana-de-a?car. Por?m, na sua maioria, est?o sendo conduzidos dentro das unidades agroindustriais, deixando muitas vezes o produtor ? margem dos resultados obtidos.

A exig?ncia de ?gua pela cultura varia em fun??o do ciclo da cultura (cana planta, soca ou ressoca), do est?gio de desenvolvimento da cultura (ciclo fenol?gico), das condi?es clim?ticas e de outros fatores, como ?gua dispon?vel do solo e variedades utilizadas e, de acordo com alguns estudiosos do assunto, o consumo anual de ?gua pela cultura fica em torno de 1.500 a 2.500 mm/ano, sendo, por?m, muito dif?cil estabelecer uma rela??o geral entre produ??o e consumo de ?gua pela cana-de-a?car, devido ?s varia?es de localiza??o, clima, variedades e solo.

Outro fator que vem sendo estudado ? a rela??o entre a produ??o e a defici?ncia h?drica, visto que, os per?odos de d?ficit h?drico podem ocorrer durante todo o ciclo da cultura, mas seus efeitos sobre a produ??o de sacarose varia em fun??o da intera??o entre a ?poca do ano em que ocorrem e a fase do ciclo fenol?gico da cultura, sendo que, as maiores redu?es ocorreram com d?ficits h?dricos nos primeiros oito meses do ciclo da cultura, segundo estudos realizados na regi?o de Ribeir?o Preto.

Al?m disso, faz-se necess?ria, uma avalia??o minuciosa das diversas vari?veis que determinam a escolha de um sistema de irriga??o, assumindo-se a v?lida inexist?ncia de um ideal, porquanto, cada sistema pode ser caracterizado pelas vantagens e limita?es que apresenta em rela??o aos demais. O que sabemos a respeito, ? que tem sido utilizado com sucesso pelas agroind?strias o sistema de tubo gotejadores em sub-superficie, enterrados na profundidade de 15 a 40 cm, ao inv?s de ficarem sobre a superf?cie do solo.

Esta op??o apresenta como vantagens: redu??o da perda de ?gua por evapora??o direta da superf?cie do solo, escoamento superficial reduzido, flexibilidade do uso de m?quinas agr?colas, maior disponibilidade de nutrientes (uma vez que o ponto de emiss?o de ?gua se encontra mais pr?ximo da raiz), maior dificuldade de germina??o de sementes de plantas daninhas nas entrelinhas, al?m de uso mais racional dos recursos h?dricos. Do ponto de vista da produtividade, a grande vantagem estaria na possibilidade de aumentar o n?mero de safras antes da renova??o do canavial, t?o dispendioso. No entanto, piv?s centrais t?m sido utilizados por alguns produtores com resultados tamb?m satisfat?rios.

Com previs?es otimistas para o setor, especialmente em regi?es de solos com baixa reten??o de ?gua e elevada evapotranspira??o - solos arenosos - como ? o caso da regi?o da grande Teresina, a ado??o da irriga??o parece-nos um bom caminho para garantia e aumento da produtividade dos canaviais, sem esquecer que a irriga??o n?o deve ser considerada isoladamente, mas sim como um pacote tecnol?gico que visa maximizar a produ??o agr?cola das culturas de grande import?ncia econ?mica.

Jos? Augusto S. de Oliveira (Cabe?a)

T?cnico Agr?cola

Especialista em Irriga??o e Drenagem

Membro do INOVAGRI

Filiado a ABID


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar