Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Festa do Divino é tradição em Amarante

Compartilhe

Amarante celebra hoje, 11 de maio, a Missa solene de Pentecostes, na Igreja Matriz de São Gonçalo, precedida do grande cortejo imperial, festividade essa que iniciou dia 07 de maio em comemoração à tradicional Festa do Divino com uma programação que incluiu carreata, procissões luminosas, inauguração do MUSEU DO DIVINO, recitação, serenata e alvorada de fogos.



Prof. Marcelino Leal, Raimunda Nonata (Mundinha) e Maria da Anunciação (Mariquinha) realizam anualmente essa festividade secular que engrandece o patrimônio cultural de Amarante e enaltece o nosso povo.



A missa celebrada pelos Presidentes de Honra, Pe. Rivaldo Muniz (Água Branca), Pe. Sebastião (Rio de Janeiro) e os Diáconos Raimundo Neto e Antonio Carlos (Amarante) aconteceu em grande estilo por ser a manifestação social mais marcante na história da cultura de Amarante.

UM POUCO DA HISTÓRIA DO DIVINO

A Festa do Divino tem sua origem atribuída a uma promessa feita, ainda no Século XIV, pela rainha D. Isabel, de Aragão, casada com o rei D. Dinis, de Portugal, ao invocar o Espírito Santo em favor da Pacificação dos conflitos familiares que punham em risco a própria unidade do reino. Com o tempo, espalhou-se pelas colônias portuguesas e pelo mundo ibérico, e atualmente, pode considerar-se como uma festa universal, talvez a mais rica em simbologia.

Em todo o Brasil, as celebrações em honra ao Divino Espírito Santo reportam-se ao Dia de Pentecostes, que em 2008 acontece em 11 de maio, ou seja, 50 dias após o domingo de páscoa. Os estados com maior tradição na religiosidade popular relativa do Divino são: Maranhão, Santa Catarina, Rio grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, São Paulo, Goiás, Tocantins, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Na região norte, igualmente, é muito forte o apelo a essa tradição herdada do colonizador português, destacando-se os belos cortejos fluviais pelos igarapés, devoção que foi absorvida também por várias tribos indígenas.

No Piauí atualmente se destacam as festividades realizadas em Amarante e Oeiras, mas outras cidades como: Simplício Mendes e Valença festejam o Divino, prática também desenvolvida no extremo sul do estado. Na jurisdição da arquidiocese de Teresina, contudo não há dúvidas de que a maior festa é a de Amarante, sobretudo porque o Tríduo vem ganhando expressão cada vez maior com as procissões noturnas a percorrer as ladeiras da velha cidade do Médio Parnaíba.

Na noite do sábado, a procissão luminosa culmina com o Encontro de Divindades, no bairro Vila Nova. As “Divindades” são grupos de cantadores e caixeiros que, com a Pomba e a Bandeira, fazem as “desobrigas do peditório pelos povoados”.

Para mais informações sobre a Festa do Divino acesse:

http://amarantefestadodivino.nafoto.net/index.html


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar