Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Abastecimento de água é prejudicado com a falta de chuva

Compartilhe

A direção do Sistema de Abastecimemto de Água e Esgotos - SAAE esclareceu na útlima sexta-feira, 15, em relação ao abastecimento d"água na cidade de Campo Maior.

Segundo o coordenador técnico do órgão, Germano Bezerra, devido o aumento do consumo, que é consequência das altas temperaturas, está ocasionando a diminuição da vazão dos poços que abastecem a cidade.

Germano relatou que o PA-12 que fica localizado no bairro Santa Rita que tinha uma vazão de 200 mil litros por hora teve uma redução para 99 mil litros por hora. O PA-21 do bairro Fripisa reduziu de 42 para 18 mil litros por hora e o PA-14 do mercado público caiu de 36 para 20 mil litros por hora.

O técnico do SAAE disse ainda que as partes altas da cidade é que mais vem sofrendo com o problema. "Apesar de todos esses transtornos que estamos passando, pedimos a compreensão dos consumidores" pontuou. Germano declarou que as providências para contornar o problema estão sendo tomadas, "toda a equipe técnica juntamente com o diretor Sena, estamos fazendo o máximo para resolver essa questão o mais rápido possivel, mas sabemos que não será uma tarefa fácil" disse.

Os poços que ficam localizados na sede do Comercial Atletico Clube (Toca do bode) e do CAIC foram as saídas que a coordenação técnica do SAAE encontrou para sanar o problema, pelo menos até que passe a escassez de chuva nessa região. Germano informou que está sendo feito a limpeza destes poços e só depois é que será analisado qual é a vazão deles e se realmente tem reais possiblidades destes poços serem utilizados.

O diretor técnico relatou ainda que além da falta de chuva, o grande número de poços residenciais que estão sendo perfurados em Campo Maior também tem prejudicado os poços do SAAE, assim como o desperdício. Ele admitiu que o poço particular é uma saída que as pessoas estão encontrando para não ficarem sem água, mas que está afetando o abastecimento de outras pessoas e pediu mais consciência por parte dos consumidores para o não desperdício de água.

Sobre os poços que o SAAE está perfurando na zona rural sena disse "se a gente faz eles dizem que é pra conseguir votos e se não faz dizem que somos irresponsáveis" e ainda acrescentou "nós estamos trabalhando sim, tanto na cidade como na zona rural, temos que entender que em periodo de eleições as pessoas também tem sede, então não podemos abandoná-las como a oposição gostaria que fizessemos pra fazer ficarem criticando".

Sena disse que não dá pra atender tudo de uma vez só, até porque o órgão não tem recurso suficiente para solucionar os problemas de uma vez por todas.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar