Para resolver um problema antigo na cidade e também para cumprir compromisso de campanha, o prefeito Paulo Martins solicitou ao Instituto de Desenvolvimento do Piauí (IDEPI), que fizesse estudos topográficos e de medição de altitude de locais para a elaboração do projeto de construção de uma adutora de água em Campo Maior. Uma equipe do instituto esteve nessa terça-feira, 07/06, na cidade e realizou os procedimentos.

O projeto é uma parceria do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal. Os técnicos coletaram dados dos locais por onde pode passar uma adutora d?água que virá da barragem da Catanada. Além da adutora, o projeto irá contemplar a construção de uma barragem e de uma estação de tratamento.

Essas construções visam solucionar o problema de abastecimento de água da cidade à médio prazo. ?Vamos encaminhar esse projeto para Brasília para que seja incluído no PAC da água e que os recursos sejam liberados já para o próximo ano?, informa o prefeito Paulo Martins, que acompanhou pessoalmente a equipe técnica do IDEPI.

Os dados foram tomados do Morro do Caiçara, das caixas d?águas do bairro de Fátima, da Uespi e da praça do Rosário. O aproveitamento do desnível por onde a adutora passará, ao longo da rodovia BR-343, aproveitará a força da gravidade para que os custos da transposição da água sejam minimizados.