O novo prefeito de Floriano, Antônio Reis Neto, inicia a sua gestão em uma situação bem diferente da que o ex-prefeito Joel Rodrigues pegou quando reassumiu o comando da prefeitura em 2017. Na época, a gestão Joel herdou débitos previdenciários, salários de professores atrasados, bloqueios e impedimentos para o recebimento de recursos federais e falta de informação administrativa, desde as relacionadas a pessoal até as contas públicas. 

Ao fazer a transmissão de cargo no último dia 2 de abril, Joel Rodrigues entregou um relatório com todo o diagnóstico do Município, que demonstrou com detalhes, por meio das contas públicas, uma gestão organizada e com saldo positivo em caixa para a execução das diversas ações. 

De acordo com Josélia Rodrigues, secretária municipal de Finanças, ficaram em caixa mais de R$ 45,6 milhões em recursos vinculados, aqueles que já têm destinação específica em obras e ações, além de mais de R$ 6,5 milhões em recurso próprio do município, totalizando um montante superior a R$ 52,1 milhões em caixa, para investimento em ações e obras nos eixos da saúde, infraestrutura, educação e demais secretarias.

No pronunciamento de posse do prefeito Antônio Reis, Joel se despediu da gestão municipal fazendo uma espécie de prestação de contas, detalhando algumas das obras e ações que realizou.

Na parte de infraestrutura, Joel deixou iniciadas as obras do Avançar Cidades. É o maior programa de mobilidade urbana da história de Floriano, com quase R$ 15 milhões de investimento para pavimentar 62 ruas. São 115 mil metros quadrados de calçamento. Tambem deixou recursos assegurados da ordem de quase R$ 10 milhões para implantar 151 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica. A orla da beira rio, que muito em breve será urbanizada e modernizada, com investimento de aproximadamente R$ 1,5 milhão, já garantidos.

Além disso, a obra de construção da sede do Fundo de Previdência de Floriano, um Investimento de mais de R$ 1 milhão. A etapa de conclusão da obra de esgotamento sanitário com recursos da ordem de R$ 60 milhões também garantidos. A entrega da reforma do prédio da prefeitura, implantação de mobiliário e reestruturação da Praça Petrônio Portela, cujo investimento foi de R$  1,4 milhão.

A continuidade de grandes programas como o de Regularização Fundiária do Bairro Cajueiro II. Serão cerca de 530 unidades habitacionais regularizadas e a expansão da regularização para outros bairros e zona rural. A arrecadação de recursos na ordem de quase R$ 3 milhões, com o leilão de bens imóveis, que serão investidos na reforma do Mercado Central e na construção da Central do Camelô. A reestruturação de 27 escolas municipais, sendo que 15 já estão concluídas, um investimento com recursos próprios de R$ 2 milhões, além da climatização das salas de aula, aquisição de novas carteiras escolares, mobiliário escolar, e a construção de quadra coberta na Escola Antônio Nivaldo, com investimento de mais R$ 900 mil.

Outros investimentos importantes, como a implantação da Escola Cívico-Militar, a implantação de uma creche para atender a população do bairro Meladão, cujo  investimento é de quase R$ 2 milhões. Na zona rural, a implementação de 3 Sistemas de Abastecimento de Água beneficiando centenas de famílias.

No esporte, cerca de R$ 400 mil destinados à reestruturação do Estádio Tiberão; para a reforma do Ginásio Defala Attem R$ 1 milhão destinado.

O projeto de modernização do Sistema de Iluminação Pública com substituição das lâmpadas tradicionais por lâmpadas LED, com quase  2500 lâmpadas de led já instaladas, em um com investimento de quase R$ 3,5 milhões. Também em andamento, o desenvolvimento do aplicativo, através do qual a população poderá solicitar serviços públicos da Prefeitura. 

Na saúde, a inauguração da Policlínica, o maior centro de especialidades do interior do Piauí. Também a construção de 4 academias populares de saúde, com investimento de R$ 600 mil. A construção da  Unidade Básica de Saúde no Cajueiro II, com investimento de  R$ 743 mil; A conclusão do Caps AD III e a entrega de uma ambulância para a região do Amolar.

No Social, ações em andamento,  como cursos profissionalizantes através do programa Capacita Minha Cidade, preparando as pessoas para o trabalho e geração de renda. “Antônio Reis fará uma gestão ainda melhor, porque recebe uma Prefeitura equilibrada financeiramente e administrativamente, com dinheiro em caixa e grandes obras em andamento e outras já no ponto de começar”, disse Joel Rodrigues, que deixou a prefeitura para concorrer ao cargo de senador nas próximas eleições.