Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

SEMANA SANTA EM VALENÇA DO PIAUÍ, MOMENTO DE FÉ E DEVOÇÃO DE UM POVO QUE SABE O QUER

SEMANA SANTA EM VALENÇA DO  PIAUÍ,  MOMENTO  DE  FÉ  E  DEVOÇÃO  DE  UM POVO QUE  SABE O QUER
Atores da Cia de teatro os Desfraldadores. | Raimundo Barbosa
Compartilhe

A cidade de Valença do Piauí , localizada na microrregião do Vale do Rio Sambito, à 210 Km de Teresina, nasceu sob a égide da fé e se mantém ao longo dos séculos realizando suas manifestações religiosas. Se por um lado, tem como padroeira Nossa Senhora do Ó, por outro recebe as benções de São Benedito, como patrono da cidade.

Em se tratando de religiosidade, a herança portuguesa é bem fluente, pois Valença do Piauí, se destaca na microrregião centro-norte piauiense pela propaganda da Fé. Se por um lado a cidade nasceu sob a proteção de Nossa Senhora do Ó a mesma fé se elastece até São Benedito numa sintonia de encontrar a solidificação da crença através da vivencia da fé extensiva à cidade dos homens. Neste clima de interligação com Deus vive o povo Valenciano, e no período da Semana Santa, a fé se converge para vivenciar momentos que solidificaram a Vida, Morte e Ressurreição de Cristo através dos ensinamentos advindos da palavra de Deus.

Em Valença a tradição se mantém há século uma herança portuguesa que continua na contemporaneidade os ensinamentos da fé e devoção, plantados pelos os jesuítas liderados pelo Padre Antonio Vieira, que realizou aqui no Piauí, por volta de 1660 os atos da Semana Santa ( Rodrigues : 2007). E Valença, como parte integrante da historiografia piauiense, mantém os momentos de Fé e Devoção do seu povo na certeza de que a cultura como base para aquisição do conhecimento se torna convergente para manutenção da tradição.

A semana santa em Valença, não se resume apenas nos chamados ? dias grandes ?. Ela é bem mais vivenciada, uma vez que na quarta-feira, ? o dia seguinte do carnaval, os fiéis comparecem ás Igrejas Católicas para celebração religiosa da cinza, onde o celebrante , faz o sinal da cruz na fronte dos fiéis, cujo indicativo serve de base, para indicar a conversão através da penitencia.

Muitos desses fiéis quais a partir da quarta ? feira de cinza a possam a usar as vestimentas na cor roxa, uma espécie de pagamento de promessas ao Bom Jesus dos Passos. São quarenta dias de penitencias. Na quarta e sexta-feira ocorrem a via sacra e na quinta ? feira que antecede a sexta de Passos. (Neste ano 25 de março) ás 21 horas ocorre a Procissão da Fugida de Bom Jesus dos Passos da Igreja de Nossa Senhora do Ó para Igreja de São Benedito, nesta procissão só podem participar homens, cada um com uma vela, uma vez que as luzes por onde passa a Procissão são apagadas, neste ano a coordenação ficou a cargo do Terço do homens e a benção final já na Igreja de São Benedito, pelo Padre Miguel Junior.

Na sexta - feira, em Valença conhecida como sexta-feira de passos ocorre a maior Procissão Religiosa da Cidade, tem inicio as 16:30 na Igreja de São Benedito onde já se encontra a imagem de Bom Jesus dos Passos. A Igreja já se encontra decorada com a ? flor de passos,? e cada fiel segue a procissão conduzindo a ? flor de passos? pelas principais ruas da cidade. Ao todo são quinze estações ou nichos, cada um representando uma cena da via-crúcis. Anualmente são selecionadas treze famílias para receberem a bênção do sacerdote e a visita de Bom Jesus dos Passos. Na quinta-estação, ocorre o encontro da imagem, momento onde o sacerdote faz a homília, aludindo sobre o momento em que Maria encontrou seu filho. Neste mesmo local, os participantes emudecem. Tudo se transforma em silêncio para ouvir o canto melodioso de ? Maria Beú ?. A cena é forte, muitos não resistem sem perceber deixam as lágrimas escorrer pelo rosto, uma vez que a realidade de Maria se concretiza em tantas Marias contemporâneas e que também sentem a necessidade de enxugar o rosto de seus filhos.

No domingo , ocorre a missa de Ramos, tendo inicio na Igreja de São Benedito com a benção dos Ramos. Em Procissão seguem para Igreja de Nossa Senhora do Ò .

Na terça - feira, dia 30, ocorre o maior espetáculo teatral de Valença, através da encenação da peça ? Vida , Morte e Ressurreição de Jesus, através da Companhia de Teatro ? Os Desfraldadores ? que conseguem transformar as históricas ruas de Valença, numa Jerusalém dos anos 33 da era cristã.

Na quarta-feira, a conhecida ? quarta-feira de trevas, a população se recolhe em casa para oração pra vivenciar os famosos dias grandes, o momento é por demais interessante , a população evita sair de casa, ou mesmo ficar até tarde da noite na rua, que segundo o imaginário, é na quarta-feira de trevas que a Procissão dos Mortos sai nas ruas e a Prisilina procura uma pessoa para receber a vela. Neste dia, pelo imaginário, as pessoas evitam receber velas de estranhos, que poderá ser a vela da Prisilina e vai se transformar num fêmur humano. Realidade ou ficção, a lenda continua.

Na quinta-feira, às 19:00h ocorre a missa do lava-pés, onde são escolhido doze pessoas da comunidade para vivenciar o momento realizado por Jesus. Após a missa, ocorre a adoração ao Santíssimo Sacramento até meia noite, onde grupos se revezam para adoração.A sexta ? feira santa, também chamada de Paixão, a população, pratica o jejum, e às 15:00h retornam á Igreja d e Nossa Senhora do Ó para celebração da Paixão e Morte de Jesus, bem com a adoração à cruz, logo após tem início a Procissão do Senhor Morto e nossa Senhora das Dores, percorrendo o sentido contrário das Ruas por onde passam a procissão de Bom Jesus dos Passos. Após a Procissão, o templo se fecha. O Sábado de Aleluia, tudo é silencio, a igreja se abre às 22;00h para benção do fogo e a renovação do Batismo, momento em que o sacerdote asperge água na fronte dos fiéis simbolizando a renovação do batismo, é feito a celebração da missa da aleluia e meia noite comemorado a Ressurreição de Cristo. Tudo é festa, em Valença, Cristo também ressuscita. Enquanto isso em pontos estratégicos da cidade, bonecos paramentados de Judas, anima a criançada, onde cada um quer herdar um pedaço. O mais animado é o do bairro Novo Horizonte, o Judas do Marcelo ? Pru-pru mais da Angelita?, que anualmente realizam a grande festa.

Assim, ocorre a Semana Santa em Valença, num misto de Fé e religiosidade, para tanto o prefeito Municipal Dr. Alcântara, não mede esforços para deixar a cidade bem equipada para o deleite da população e do turista que optar por nossa cidade. Lembrando também, que os que preferirem a zona rural as estradas estão restauradas, e bons roteiros se pontuam, seja a Barragem Mesa de Pedra, Balneário Santa Rosa, vivenda Vô Barreto, ou mesmo as águas frias da Cachoeira da Fazenda Velha. Venha e participe da Semana Santa em do Valença do Piauí.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar