Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Acusado de assassinar mototaxista de Picos vai a Júri Popular

Segundo investigações, o crime foi cometido por ciúmes.

Compartilhe
Google Whatsapp

O motorista Francisco Manoel da Silva, mais conhecido como 'Chico Porém', de 61 anos, será submetido a julgamento pelo Tribunal Popular do Júri da Comarca de Picos na próxima terça-feira (06/05). Ele é acusado de assassinar o mototaxista Edilson Virgulino Neto, 28 anos, crime ocorrido no início da noite de 7 de maio de 2004, na zona rural de Santana do Piauí.

Segundo as investigações da polícia, o crime foi cometido por ciúmes. Casado e pai de cinco filhos, o acusado mantinha um relacionamento extraconjugal com Francisca Jovita de Lima.

Esta, no entanto, vinha mantendo um relacionamento amoroso com um mototaxista identificado apenas pelo apelido de Matuto. No dia do crime, informa o assistente de acusação, advogado Elias Cipriano, Francisco Manoel armou uma emboscada e matou Edilson Virgulino Neto, que apenas tinha ido fazer uma “corrida” e deixar Francisca em casa.

\"Chico
Chico é acusado de homicídio duplamente qualificado

O acusado fugiu e somente foi preso 11 dias depois após intensa investigação da polícia, comandada pelo então delegado de Santana do Piauí, Cipriano Mourinha. Em depoimento, Francisco ainda tentou negar o crime, mas acabou confessando a autoria e justificou na época que matou o mototaxista por ciúmes da amante.

Preso e recambiado para a Penitenciária Regional José de Deus Barros, em Picos, o acusado ficou menos de seis meses recolhido e, por atraso na conclusão da denúncia, foi autorizado a responder ao processo em liberdade. Logo em seguida ele foi morar em São Paulo com a amante.

Julgamento

De acordo com o assistente de acusação, advogado Elias Cipriano, a família da vítima aguarda com expectativa o julgamento e espera que seja feita justiça. Os familiares e amigos do mototaxista acreditam que o criminoso será condenado a pelo menos 20 anos de prisão em regime fechado.

“Trata-se de um crime hediondo, praticado com requintes de crueldade, cometido de forma traiçoeira e sem dá chances de defesa para a vítima. O réu disparou vários tiros de revólver calibre 38 contra Edilson e depois utilizou um objeto cortante para produzir várias outras lesões. É preciso que a justiça seja feita e nossa expectativa é de que ele seja condenado a, no mínimo, vinte anos de prisão, pois é acusado de homicídio duplamente qualificado” – falou o assistente de acusação, advogado Elias Cipriano.



Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto