Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Acusado de matar homem e tia cometeu crime após pedido de sexo

Os dois se conheceram em uma rede social.

Acusado de matar homem e tia cometeu crime após pedido de sexo
preso | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

O suspeito de matar uma mulher e o sobrinho dela confessou à polícia que cometeu o crime por ter brigado com a vítima após se recusar a ter relações sexuais com o jovem. Segundo a polícia, ele teria ido até a casa com o intuito de Alexandro Matheus o ajudar no sonho de ser modelo. Os dois se conhecerem em uma rede social. O suspeito foi preso na manhã de sábado (15), no município de Presidente Figueiredo, a 107 quilômetros de Manaus.

De acordo com o delegado Orlando Amaral, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ângelo Ricardo da Silva Leocadio Junior se escondeu no município, mas foi reconhecido após a polícia divulgar imagens de câmera de segurança que mostram homem usando roupas, sapatos, óculos e chapéu que pertenciam ao jovem morto.

"Nós o encontramos no município e já tínhamos um mandado de prisão em nome dele. Ele diz que conheceu a vítima uma semana antes do crime, por uma rede social. Alexandro o convidou para ir até sua casa. Ele disse que a vítima o ajudaria a fazer umas fotos, porque ele tinha o sonho de ser modelo - e foi até o local para isto". disse o delegado.

O suspeito contou aos policiais ainda que, em determinado momento, na casa das vítimas, eles se desentenderam porque ele se recusou a praticar atos sexuais com Alexandro. Eles, então, tiveram uma luta corporal e o suspeito deu um golpe de artes marciais na vítima e a derrubou no chão. Neste momento, Alexandro teria batido a cabeça, segundo o Ângelo.

 (Crédito: Patrick Marques/G1 AM )
(Crédito: Patrick Marques/G1 AM )

"Ele tenta negar isso, mas ele bateu a cabeça no chão e ainda utilizou uma tesoura. A tia de Alexandro chegou em casa enquanto o suspeito estava prestes a sair da casa, eles se encontraram. Ela gritou, pediu socorro e aí ele também a matou, ao usar os mesmos meios", explicou Amaral.

Ainda conforme o delegado, o suspeito levou equipamentos eletrônicos, perfumes e roupas da casa das vítimas, na tentativa de "maquiar" a cena do crime, para que parecesse um latrocínio. Todos os objetos foram localizados pelos policiais, após a prisão de Ângelo.

No dia do crime, houve a informação que haviam preservativos masculinos usados próximo ao corpo da vítima. Sobre isto, o delegado comentou que ainda aguarda pelo resultado da perícia e exames feitos no dia do ocorrido, para saber o que, de fato, aconteceu.

Apresentado em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (17), Ângelo preferiu não falar sobre o caso. Durante a apresentação, ele vestia as mesmas roupas da vítima que usou para fugir do local do crime.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto