Um homem identificado como Roberto Lima da Costa, suspeito de assassinar uma travesti, conhecida como Carla, com nome de registro de Maurício Pereira da Silva, no Residencial Eduardo Costa, zona sul de Teresina, foi preso sob acusação de feminicídio, nesta terça-feira (24), em Fortaleza, no Ceará. Segundo o inquérito, ele é acusado de desferir golpes de picareta na cabeça da vítima, crime esse ocorrido no dia 4 de novembro de 2022.

Segundo informações repassadas pela Delegada Nathália Figueiredo, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o acusado, que estava foragido desde a data do crime, foi preso na cidade de Fortaleza-CE, em cumprimento de mandado de prisão temporária.

Acusado de matar travesti com golpes de picareta em Teresina é preso no Ceará (Foto: Reprodução)Acusado de matar travesti com golpes de picareta em Teresina é preso no Ceará (Foto: Reprodução)

“Na manhã de hoje, na cidade de Fortaleza, Ceará, o Núcleo Policial Investigativo do DHPP, com apoio da 10º delegacia de homicídio de Fortaleza e da COPOL, deu cumprimento ao mandado de prisão temporária. Ele é suspeito de praticar feminicídio contra o seu companheiro. O fato teria acontecido no dia 04 de novembro de 2022, e  desde então a equipe do Núcleo Policial Investigativo investiga, e empreendeu diligências no sentido encontrar o suspeito que se encontrava na situação de foragido”, relata a  delegada Nathália Figueiredo.

O suspeito, após cometer o crime, fugiu e passou a trabalhar no município de Fortaleza. “Através do trabalho investigativo de campo, foi logrado êxito no cumprimento do mandato hoje pela manhã”, completa a delegada.

Após audiência de custódia na cidade de Fortaleza, Roberto Lima da Costa será entregue à Polícia Civil do Piauí, que ficará encarregada de apresentá-lo ao Poder Judiciário do Estado.

O CASO

Uma travesti, identificada como Maurício Pereira, mas conhecida como Carla, foi encontrada morta dentro de uma residência, no dia 04 de novembro de 2022, no Residencial Eduardo Costa, zona sul de Teresina.  Policiais do 17º Batalhão foram acionados por populares e isolaram a área para o trabalho da Perícia Criminal. No local foram encontradas marcas de sangue.

Segundo relatos, a vítima teria discutido com outra pessoa e depois foi encontrada sem vida.