Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Ao ser preso, Dr Jairinho diz que foi injustiçado

Para a polícia, padrasto já torturou o menino Henry pelo menos uma vez

Ao ser preso, Dr Jairinho diz que foi injustiçado
Dr Jairinho chega à delegacia do Rio de Janeiro | reprodução Tv Globo

Ao chegar na delegacia após ser preso acusado de matar enteado Henry Borel Medeiro, o vereador Dr. Jairinho disse que está sofrendo uma “injustiça”. O padrasto e a mãe do menino, Monique Medeiros, foram presos hoje (8) no início da manhã. Para a polícia, o vereador torturava a criança.

O casal estava em Bangu, na casa de uma parente de Jairinho. A polícia já estava monitorando a casa.

O mandato de prisão temporária foi expedido pelo Tribunal do Júri do Rio de Janeiro. Além de acusados de matar a criança, Jairinho e Monique são acusados de atrapalhar as investigações, combinando versões com as testemunhas.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push
<