SEÇÕES

Crianças revelam série de estupros após palestra em escola;padrasto é preso

No Brasil, a cada hora, 3 crianças são vítimas de abuso, sendo que cerca de 51% delas têm entre 1 e 5 anos de idade.

O preso será encaminhado para o presídio, onde aguardará à disposição da Justiça. | Pixabay
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Águas lindas, deu cumprimento ontem (24/5) a um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 30 anos pelo crime de estupro de vulnerável. O investigado praticava o crime contra as enteadas, desde que elas tinham 10 e 8 anos de idade, perdurando por mais de 4 anos. 

Segundo as vítimas, a cada noite ele abusa de uma delas e a última vez foi no último final de semana. Ressalta-se que as vítimas criaram coragem de denunciar devido às campanhas do “Maio Laranja”, em palestras na escola, em que uma delas contou para a assistente social que fazia a acolhida na escola. O preso será encaminhado para o presídio, onde aguardará à disposição da Justiça.

O último dia 18 foi marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil no Brasil. O #maiolaranja é uma iniciativa que busca aumentar a visibilidade desse assunto relevante. Como uma campanha de conscientização, a data visa conhecer o problema para fundamental combatê-lo. 

No Brasil, a cada hora, 3 crianças são vítimas de abuso, sendo que cerca de 51% delas têm entre 1 e 5 anos de idade. Alarmantemente, aproximadamente 500 mil crianças e adolescentes são vítimas de exploração sexual todos os anos em nosso país. Infelizmente, há indícios de que apenas 7,5% desses casos são denunciados às autoridades, o que significa que esses números são muito maiores do que os relatados oficialmente.

Tópicos