Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Empresário e mais quatro pessoas são presas em operação

As ações estão acontecendo nas cidades de Teresina, Água Branca.

Compartilhe

Na manhã desta quarta-feira (26/10), a Polícia Civil do Piauí, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, com apoio do 4°DP, 8°DP, 11°DP, 12°DP,  25°DP, Polinter, Rone e Bope, deflagrou a operação Latronum para cumprimento de sete mandados de prisão, 12 de busca e apreensão e duas conduções coercitivas. As ações estão acontecendo nas cidades de Teresina, Água Branca e Caxias (MA).

A operação, que conta com a participação de 50 policiais civis e militares, visa a desarticulação de organização criminosa especializada em arrombamentos de estabelecimentos comerciais, roubos e lavagem de dinheiro. Latronum significa "ladrões, assaltantes", em latim.

De acordo com o secretário de segurança Fábio Abreu, até o momento quatro pessoas foram presas mas a operação continua em andamento. “Quatro pessoas já foram presas, o importante é que o principal chefe dessa quadrilha, o articulador também já está preso, então agora é finalizarmos principalmente na vistoria do sitio desse principal acusado no estado do Maranhão. Ele tem essa característica de chefiar, dar logística aos indivíduos, principalmente roubos e tráficos. Nós temos informação que eles estava financiando, foi encontrado armas, coletes e são ações que vamos dar continuidade. Ele tem uma loja de pneus na avenida Miguel Rosa, tem essa fachada de que é empresário, mas nós sabemos que ele faz outro tipo de trabalho, como fornecer estrutura para quadrilha”, declarou.

O delegado Cadena, da Polinter, afirmou que entrou na operação a convite do delegado Carlos César, do Greco. “A Polinter fez a busca em uma das lojas desse empresário que foi preso logo pela manhã e dois veículos foram apreendidos, agora serão realizados vistorias”, disse.

Segundo o delegado Canabrava, vários distritos estão envolvidos nessa operação. “Nós fomos convidados pelo delegado a participar e a Polícia Civil e a Polícia Militar está para somar. Nessa operação na residência na área do Dirceu encontramos um colete a prova de balas no qual eu dei cumprimento a um mandado de prisão, são elementos ja conhecidos no mundo do crime”, afirmou.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar