mais

“Eu vou morrer, mas vou levar vocês”, teria dito Lázaro antes de ser morto

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer teia sido preso

Suspeito de matar uma família no Distrito Federal e balear outras cinco pessoas numa série de assaltos em chácaras na capital do país e em Goiás, Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, foi morto durante confronto com forças policiais na manhã desta segunda-feira (28/6). 

Policiais do Grupo Tático Ambiental contaram que Lázaro Barbosa, 32 anos, teria trocado tiros quando foi localizado por um helicóptero da operação, nesta segunda-feira (28/6), na região de Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF. “Eu vou morrer, mas vou levar vocês”, teria dito Lázaro, antes do tiroteio.

Lázaro ainda foi colocado em uma maca - Foto: ReproduçãoLázaro ainda foi colocado em uma maca - Foto: Reprodução Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer teia sido preso. Instantes depois, agentes que trabalham na captura informaram que ele estaria morto.

Lázaro Barbosa - Foto: Divulgação/Polícia CivilLázaro Barbosa - Foto: Divulgação/Polícia Civil

O maníaco estava foragido havia 20 dias. Nesse período, o suspeito invadiu várias propriedades rurais fez reféns, roubou alimentos e impôs terror com violência e ameaças.

Janela de chácara onde Lázaro efetuou disparos nesta segunda - Foto: ReproduçãoJanela de chácara onde Lázaro efetuou disparos nesta segunda - Foto: Reprodução

Os policiais que participaram da caçada ao criminoso durante 20 dias foram aplaudidos na base da força-tarefa. As pessoas ainda soltaram fogos em comemoração ao término das buscas ao foragido.

“Estamos felizes demais. Eram 20 dias de angústia. Sem dormir. Preocupados. Eles são guerreiros. Merecem todo o nosso apoio pela dedicação. Agora é hora de comemorar”, disse Larissa Alves, 34, moradora da região.

“Gostaríamos que ele fosse pego vivo. Ele precisava esclarecer os outros crimes. De qualquer forma, estamos aliviados. Esperávamos que fosse capturado o mais rápido possível. Estávamos acuados. Agora teve desfecho”, Cristiane Soares, 39, comerciante da região.

Telefones de familiares, amigos e um aparelho que Lázaro carregava pela mata durante a fuga cinematográfica foram grampeados e monitorados pelas equipes de investigação. As informações facilitaram a prisão do maníaco.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail