Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Mãe é suspeita de jogar bebê pela janela em MG

A criança foi encontrada na calçada, com um corte na boca e hematomas no rosto

Compartilhe

Um beb? com 8 dias de vida teria sido atirado pela pr?pria m?e pela janela, de uma altura de 2 m, na tarde desta ter?a-feira, no bairro Quintas da Fazendinha, em Matozinhos, na regi?o metropolitana de Belo Horizonte. A m?e nega que tenha sido a autora do crime, mas n?o soube dizer ? pol?cia quem teria jogado a filha pela janela.

Segundo a Pol?cia Militar, quem acusa a m?e s?o funcion?rios da associa??o que cuida de pessoas e crian?as carentes onde estava a menina. O nome da mulher n?o foi divulgado.

A crian?a foi encontrada na cal?ada, com um corte na boca e hematomas no rosto. "Ela estava debaixo de uma janela, enrolada em uma manta", explicou o cabo Clenilson da Silva, da 198? Companhia da PM de Matozinhos, respons?vel pelo registro do boletim de ocorr?ncia.

"N?s (PM) fomos chamados por funcion?rios da associa??o. Eles disseram em depoimento que a mulher estava sozinha com a filha num quarto e logo em seguida o beb? foi encontrado ferido na rua", disse o militar.

A mulher foi encaminhada para a delegacia de Pedro Leopoldo, onde prestar? depoimento ainda na noite desta ter?a-feira.

A menina, que ainda n?o foi registrada em cart?rio, foi levada pelos policiais para o pronto-socorro da cidade de Pedro Leopoldo e em seguida para o pronto-socorro do Hospital Universit?rio Risoleta Neves, em Belo Horizonte. Depois de receber os primeiros atendimentos, ela foi transferida para o Hospital das Cl?nicas, tamb?m em Belo Horizonte. Os hospitais n?o informaram o estado de sa?de dela.

Ainda de acordo com a PM, a mulher tem outros quatro filhos. A fam?lia seria do Estado de S?o Paulo. "Ela disse que o marido foi morto e por isso veio para Minas Gerais. Os outros meninos ficaram no abrigo com os assistentes sociais. Agora cabe ? justi?a definir o futuro deles", afirmou o militar.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar