Uma mulher, não identificada, sofreu momentos de muita violência no momento em que fazia uma caminhada na zona rural de Uberlândia, região do Triângulo Mineiro. De acordo com a Polícia Civil, a mulher foi estuprada, roubada e  atingida com facadas. Para conseguir sair com vida, ela fingiu estar morta. 

A vítima notou que estava sendo perseguida no trajeto da caminhada pelo suspeito em uma bicicleta e chegou a ligar para o marido. Contudo, os crimes foram praticados antes que ele conseguisse chegar até o local onde estava a esposa.

Mulher estuprada, roubada se fingiu de morta  (Crédito: TV Globo/Reprodução )
Mulher estuprada, roubada se fingiu de morta (Crédito: TV Globo/Reprodução )

A mulher foi forçada a entrar no matagal onde o homem manteve relação sexual. Após consumar o estupro, começou a cortá-la causando ferimentos por várias partes do corpo. O autor ainda roubou a aliança de casamento, o celular e uma corrente de ouro. 

Ela se fingiu de morta e o autor deixou o local na bicicleta. Mesmo bastante ferida, ela conseguiu caminhar por quase 800 metros até a sede de uma fazenda para pedir socorro.

Ela foi levada para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Bairro Morumbi e depois transferida para o pronto-socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). Ela recebeu alta ainda na noite de quinta.