Um pai de santo conhecido como ‘Pai Bruno de Ogum’, da religião de matriz africana Umbanda, está sendo acusado de estuprar crianças e adolescentes em Teresina. Ele atua no Templo Espírita de Umbanda São Jorge Guerreiro Cabana Nego Gerson, localizado na Vila Dagmar Mazza, na zona Sul de Teresina. 

De acordo com informações, um homem está sendo apontado como quem conseguiu desmascarar o pai de santo. Ele criou um perfil falso nas redes sociais e iniciou uma conversa com o acusado que confessou ter estuprado crianças.

Nas conversas, o sacerdote confessa ter abusado de vários meninos e chega a mandar foto de uma das vítimas. 

Pai de santo é acusado de estuprar crianças e adolescentes em Teresina - Foto: ReproduçãoPai de santo é acusado de estuprar crianças e adolescentes em Teresina - Foto: Reprodução

O conselheiro tutelar Melquisedeque Fernandes, informou em entrevista à Rede Meio Norte, que até o presente momento o Conselho não recebeu nenhuma denúncia formal a respeito do caso. “Temos informações de que a denúncia já foi feita de forma direta a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente”, relatou. 

“É bastante preocupante para nós e nós aproveitamos esse momento para alertarmos a sociedade no que diz respeito a uma atenção redobrada com nossas crianças e adolescentes porque casos como esses de abusos praticados por líderes religiosos são recorrentes no dia a dia do Conselho Tutelar. Nós sempre recebemos essas denúncias e é exatamente por isso que nós aproveitamos esse momento para alertarmos as pessoas que muitas vezes a figura do abusador são exatamente pessoas que contam com fé pública sobre as quais não se nutre nenhum tipo de suspeita ou desconfiança”, declarou.

Conselheiro Tutelar informou que a DPCA está investigando o caso - Foto: ReproduçãoConselheiro Tutelar informou que a DPCA está investigando o caso - Foto: Reprodução

O conselheiro disse ainda que nos próximos dias a equipe vai entrar no caso e realizar todos os procedimentos com as vítimas. “Nós próximos dias o Conselho Tutelar terá sim o contato com essas vítimas, com o intuito de cumprir a sua atribuição que é encaminhá-las para receber o devido acompanhamento psicológico. Nós já tivemos informações de que as vítimas tem idades varias de 9,10,12 e 13 anos, ou seja, envolve tanto criança quanto adolescente. Todas as providências serão tomadas”, informou. 

O Templo Espírita de Umbanda São Jorge Guerreiro Cabana Nego Gerson emitiu uma nota de repúdio após o caso.

“Nós, membros e frequentadores da Cabana Nego Gerson, vem a público, por meio desta nota, manifestar indignação e repúdio a qualquer conduta inapropriada que envolva assédios, abusos ou violência sexual de qualquer natureza.

Desta forma, reafirmamos com veemência, de que não compactuamos com qualquer ato de cunho criminoso associados ao nosso terreiro, pois isso contraria os princípios morais e éticos de nossa crença e seus adeptos”. 

O caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). 






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Virna Fontenele | TATUADORA (@sereiavtattoo)





Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Geovane Pereira (@tuviugeovane)