Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

PF quer expulsar fraudadores dos concursos no PI-MA

Para o delegado federal Leonardo Portela Leite, o melhorseria a expulsão

PF quer expulsar fraudadores dos concursos no PI-MA
Polícia Federal sugere expulsões dos fraudadores dos concursos da Prefeitura de Timon e Cefet | Divulgação
Compartilhe

A Pol?cia Federal sugeriu que a medida tomada em rela??o ?s poss?veis fraudes dos concursos da prefeitura de Timon, no Maranh?o, e do Cefet (Centro Federal de Educa??o Tecnol?gica) do Piau?, seja a exclus?o dos envolvidos. At? agora, j? foram identificados e apresentados quatro acusados de fraude: o analista de sistemas S?rgio Barros de Souza, que seria o mentor, sua namorada, Carina de Souza Leite, al?m da m?e e do tio de S?rgio, que teriam sido aprovados ilegitimamente no concurso da prefeitura de Timon. Carina, inclusive, foi aprovada em primeiro lugar no certame.

Para o delegado federal Leonardo Portela Leite, a melhor alternativa para resolver o problema seria a expuls?o dos indevidamente concursados. ?N?o deveriam anular o concurso, pois ? um pouco dif?cil anula-lo agora, al?m de ser injusto com os demais aprovados. Deveriam excluir os que fraudaram?, julga ele.

O primeiro preso na investiga??o da Pol?cia Federal foi o estudante Thiago Francisco Vieira Pereira, de 22 anos, no Mato Grosso. Ele ? acusado de ter comercializado diplomas de conclus?o do ensino superior falsificados. Dois deles - um referente ao curso de Biblioteconomia e outro, ao de Administra??o Bacharelado - teriam sido vendidos para o maranhense S?rgio Barros de Souza, pela internet.

Em depoimento ? Pol?cia Federal, S?rgio esclareceu que nem utilizou o os diplomas irregulares. Segundo ele, Thiago havia afirmado que corrompia o sistema do Minist?rio da Educa??o para obter os documentos v?lidos. No entanto, com a d?vida sobre a legitimidade dos diplomas, S?rgio teria preferido n?o arriscar na apresenta??o destes.

A continua??o das apura?es da ?Opera??o Cola?, como tem sido chamada a ca?a pelos fraudadores de certificados de terceiro grau educacional, nesta regi?o, ser? feita pela Pol?cia Federal do Piau?, al?m das fraudes nos concursos. O resultado das investiga?es deve ser encaminhado para o Minist?rio P?blico Federal ? PI.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar