mais

População carcerária no Japão está envelhecendo

População carcerária no Japão está envelhecendo

Na oficina bem iluminada desta pris?o, 47 detentos sentavam-se diante de longas bancadas e, em sil?ncio, realizavam suas pequenas tarefas.

Segurando um tecido xadrez cor-de-rosa, o n? 303 calmamente come?ava a confeccionar um par de pantufas enquanto, alguns assentos mais ? frente, o n? 335 delicadamente costurava envelopes cinzas com linha branca. Algumas fileiras adiante, o n? 229 colava blocos de papel?o e a pilha que se formava do seu lado esquerdo com a sua produ??o aumentava de modo constante, por?m lento.

N?o se trata do trabalho ?rduo prisional t?pico que temos em mente, mas com idade m?dia de 74 anos, alguns com 88 anos, estes tamb?m n?o s?o detentos exatamente t?picos. O trabalho ? propositalmente leve, e se algum deles se sente mal, pode se deitar sobre um tatame na pr?pria oficina. Rem?dios, andadores e uma maca tamb?m ficam ? m?o, al?m de uma caixa de fraldas geri?tricas "discretas, como a sua pr?pria roupa ?ntima".

"Na nossa oficina de terceira idade, sem d?vida recebemos tratamento preferencial", contou um deles de 76 anos, que trabalha seis horas por dia ou duas horas menos do que detentos mais jovens que fabricam m?veis ou executam trabalhos mais pesados.

"De modo geral, voc? deve imaginar, as condi?es s?o muito, muito mais duras."

O Jap?o, cuja sociedade ? uma das que envelhecem com mais rapidez no mundo, est? enfrentando um aumento acentuado na quantidade de criminosos e presos idosos. Os japoneses com 65 anos ou mais agora comp?em o grupo de criminosos que mais cresce.

A popula??o carcer?ria tamb?m est? envelhecendo nos Estados Unidos, mas isso se deve sobretudo a senten?as compuls?rias longas e a pr?ticas de liberdade condicional restritivas. No Jap?o, por outro lado, o aumento ? resultante do crime, na maioria das vezes cometido sem viol?ncia.

De 2000 a 2006, o n?mero de detentos mais velhos teve um aumento significativo de 160%, de 17.942 para 46.637, segundo a Ag?ncia de Pol?cia Nacional do Jap?o. Roubos em lojas representaram 54% do total em 2006 e pequenos roubos somaram 23%.

Como conseq??ncia, as penitenci?rias est?o lutando para adaptar os ambientes que foram projetados pensando em jovens a uma popula??o contraventora que ? fisicamente, e muitas vezes mentalmente, fr?gil.

Assim como os programas de trabalho, os banheiros, os card?pios do refeit?rio e os servi?os de sa?de est?o passando por mudan?as, outros pequenos detalhes da estrutura da pris?o tamb?m sofrem modifica?es. Os condenados mais velhos s?o liberados da marcha em forma??o em algumas pris?es. No dia de Ano Novo, os bolos de arroz s?o cortados em peda?os min?sculos para que os mais velhos n?o engasguem.

Aqui no oeste do Jap?o, a pris?o Onomichi, um pequeno pr?dio que mant?m uma ala especial para detentos mais velhos, os quais representam 22% da popula??o da pris?o, ? inovadora em encontrar solu?es para esse novo problema. Contudo, visitas recentes a duas grandes penitenci?rias, uma de seguran?a m?xima e outra m?nima, salientaram os problemas mais enraizados ligados ao aumento no n?mero de prisioneiros de idade mais avan?ada.

Um relat?rio do Minist?rio da Justi?a rec?m-divulgado afirmou que as pessoas mais velhas est?o cada vez mais recorrendo ao crime devido ? pobreza e ao isolamento, o que sugere uma deteriora??o nos tradicionais la?os da fam?lia e da comunidade. Sem lugar para ir, um n?mero maior de detentos idosos cumpre as senten?as completas, em vez de ser liberado sob condicional como os detentos mais jovens. Al?m disso, a reincid?ncia ? maior entre os detentos de mais idade.

"Alguns idosos t?m medo de retornar ? sociedade", declarou Takashi Hayashi, vice-diretor da pris?o Onomichi. "Quando eles est?o na pris?o, tudo ? providenciado. H? casos de idosos que sa?ram da pris?o, gastaram o dinheiro que tinham, depois foram presos flagrados roubando em alguma loja de conveni?ncia. Eles estavam fadados a voltar para a pris?o."

Embora o principal motivo que explique o aumento vertiginoso

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail