Levantamento do Instituto Amostragem mensurou a firmeza na intenção de voto estimulada para governador no Piauí. Dos entrevistados que apontaram a intenção de votar no pré-candidato Rafael Fonteles (PT)  68,52% apontaram que não muda, já está decidido; 29,34% indicaram que ainda podem mudar; enquanto 2,15% não sabe ou não opina.

Já entre os entrevistados que indicaram a intenção de votar no pré-candidato Major Diego Melo (PL), 34,69% indicaram que não muda, já está decidido; 59,18% apontaram que ainda poderá mudar; enquanto 6,12% não sabe ou não opina.

No grupo de entrevistados que apontaram a intenção de voto na pré-candidata Gessy Fonseca (PSC), 38,64% indicaram que não muda, já está decidido; 59,09% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto; e 2,27% não sabe ou não opina.

Amostragem mensura firmeza na intenção de voto para governador no Piauí - Imagem 1Já entre os entrevistados que indicaram a intenção de votar no pré-candidato Geraldo Carvalho (PSTU), 36,36% indicaram que não muda, já está decidido; 63,64% apontaram que ainda poderá mudar.

Entre os entrevistados que apontaram a intenção de voto na pré-candidata Madalena Nunes (PSOL), 42,86% sinalizaram que não muda, já está decidido; já 57,14% indicaram que ainda pode mudar.

68,52% apontam que não mudam intenção de voto em Rafael Fonteles; 58,81% não mudam intenção de voto em Sílvio (Foto: Reprodução)68,52% apontam que não mudam intenção de voto em Rafael Fonteles; 58,81% não mudam intenção de voto em Sílvio (Foto: Reprodução)Em relação ao pré-candidato Sílvio Mendes (União Brasil), entre os entrevistados que apontaram a intenção de voto no ex-prefeito de Teresina, 58,81% indicaram que não muda, já está decidido; 38,36% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto; e 2,83% não sabe ou não opina.

No grupo de entrevistados que apontaram a intenção de voto no pré-candidato Gustavo Henrique (Patriota), 27,78% indicaram que não muda, já está decidido; 72,22% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto.

Em relação a pré-candidata Ravenna Castro (PMN), entre os entrevistados que apontaram a intenção de voto na advogada, 14,29% indicaram que não muda, já está decidido; 76,19% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto; e 9,52% não sabe ou não opina.

Entre os entrevistados que apontaram a intenção de voto no pré-candidato Alessander Mendes (Podemos), 36,36% sinalizaram que não muda, já está decidido; 54,55% indicaram que ainda pode mudar; e 9,09% não sabe ou não opina. Dos entrevistados que apontaram a intenção de votar no pré-candidato Venício do Ó (PTB) 71,43% apontaram que não muda, já está decidido; 28,57% indicaram que ainda podem mudar.

Por fim, no grupo de entrevistados que apontou a intenção de voto em Wallace Miranda (Novo), 9,09% indicaram que não muda, já está decidido; 90,91% apontaram que ainda pode mudar.

FICHA TÉCNICA

A pesquisa do Instituto Amostragem foi realizada com 2.000 entrevistas com pessoas com 16 anos ou mais residentes e com domicílio eleitoral nos 90 municípios pesquisados no Piauí. O levantamento foi realizado de 16 a 20 de junho. A amostra tem nível de confiança de 95% e permite margem de erro de até 2,19%.

O registro para o cargo de presidente é BR-06333/2022 e para os cargos de governador e senador é PI-01189/2022.