Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Cabral é réu pela sétima vez por fraude de mais R$ 700 mi em obras

Juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal, aceitou denúncia

Cabral é réu pela sétima vez por fraude de mais R$ 700 mi em obras
sergio cabral | divulgação
Compartilhe
Google Whatsapp

O ex-governador Sérgio Cabral é réu pela sétima vez desde que foi preso, há cinco meses. Desta vez, ele é acusado de chefiar uma organização criminosa que fraudou licitações e formou cartel na reforma do Maracanã e no PAC da favelas. O sobrepreço das obras passa de R$ 700 milhões, como mostra reportagem exclusiva do RJTV.

Uma nova denúncia do Ministério Público Federal (MPF) foi entregue nesta quarta-feira (19) à Justiça Federal. À noite, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal, aceitou a denúncia.Segundo o MPF, os crimes são: fraude a licitação e formação de cartel.

Entre os 20 denunciados, há empresários e políticos. Veja a lista:

Sérgio Cabral, ex-governador apontado como o líder da organização criminosa

Wilson Carlos, ex-secretário de Governo de Cabral

Ícaro Moreno Júnior, ex-presidente da Empresa de Obras Públicas do RJ

Hudson Braga, ex-secretário de Obras

Fernando Cavendish, dono da construtora Delta

Paulo Meríade Duarte, ex-diretor da Delta

Louzival Luiz Lago Mascarenhas Junior, executivo da OAS

Marcos Antônio Borgui, executivo da OAS

Marcelo Duarte Ribeiro, executivo da OAS

Benedcito Junior, executivo da Odebrecht

Eduardo Soares Martins, executivo da Odebrecht

Irineu Berardi Meireles, executivo da Odebrecht

Marcos Vidigal do Amaral, executivo da Odebrecht

Karine Karaoglan Khoury Ribeiro, executiva da Odebrecht

Maurício Rizzo, executivos da Queiroz Galvão

Gustavo Souza, executivos da Queiroz Galvão

José Gilmar Francisco de Santana, executivo da Camargo Corrêa

Paulo César Almeida Cabral, ex-diretor da EIT

Juarez Miranda Junior, executivos da Camter

Ricardo Pernambuco, executivo da Carioca Engenharia

Esta nova denúncia tem 68 páginas e está amplamente documentada com o que foi descoberto em duas grandes operações: a Saquedor e a Calicute. Além das delações premiadas de executivos de construtoras.

Sérgio Cabral
Sérgio Cabral




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar