A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) foi filmada apontando uma arma para um homem  negro no meio de uma rua em São Paulo. No vídeo, ela atravessa a rua e entra em um bar com uma pistola empunhada. O caso teria ocorrido hoje na travessa da Joaquim Eugênio Lima com a Lorena. 

Pela gravação, é possível ouvir a deputada falando para o homem mais de uma vez: "Deita no chão". Pessoas que estavam no local tentaram contê-la e uma afirma "ela quer me matar, mano".

Zambelli trajava uma camiseta verde escrita "Mulheres com Bolsonaro e Tarcísio". O presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) disputam, respectivamente, a Presidência e o governo de São Paulo amanhã no segundo turno.

Carla Zambelli persegue com arma militante que disse que 'Lula iria ganhar' - Imagem 1

Carla Zambelli saca e aponta arma para pessoas no meio da rua em São Paulo (Foto: Reprodução)

Em sua defesa, Carla Zambelli diz ter sido alvo de xingamentos em um estabelecimento. A deputada federal estava com o filho em um bar da região. Ela mostrou policiais ao seu lado e disse estar fazendo um boletim de ocorrência: "Fui agredida agora há pouco. Me empurraram no chão, um homem negro... Usaram um negro para vir em cima de mim, eram vários. Eu estava almoçando com meu filho no bar, um homem começou a me xingar. Eu tenho porte federal de armas, [mostrei] até para ele parar", disse 





Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Carla Zambelli 22 (@carla.zambelli)


"Quando ele me empurrou eu caí, falei que ia chamar a polícia. Ele se evadiu, eu saquei arma e fui correndo atrás dele, pedindo para ele parar porque eu ia chamar a polícia e dar flagrante. Ele pediu desculpa, falei que ele podia ir e aí ele começou a fazer de novo", relata. 

De acordo com a polícia, a confusão teria começado na esquina da rua Capitão Pinto Ferreira com Alameda Lorena. Testemunhas falaram que a polícia interditou a passagem de veículos na rua para preservar a cena do ocorrido.