O consórcio formado entre Votorantim Energia e o fundo de pensão canadense CPPIB  iniciou o projeto híbrido de energia eólica e solar, localizado no Parque Ventos do Piauí I, na Serra do Inácio. As informações foram transmitidas na quarta-feira, 03 de junho, pela Revista O Empreiteiro. Ao todo, serão sete usinas eólicas, somando 206 MW, mais uma solar de 68,7 MW. O valor de R$ 189 milhões foi financiado pelo BNDES, sendo o restante aportado pelas duas empresas.

O projeto híbrido foi aprovado no último dia 18 de maio pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A nova usina buscará combinar a complementaridade entre as fontes para geração de energia para melhor aproveitamento energético.

Piauí já é destaque nas energias renováveis no país (Foto: João Albert)Piauí já é destaque nas energias renováveis no país (Foto: João Albert)De acordo com as informações divulgadas à imprensa, a operação do parque híbrido está prevista para o início de 2023. Ao todo, o empreendimento terá uma capacidade instalada total de 274,6 MW destinada ao mercado livre.

“Desde 2017, investimos em estudos relacionados a projetos híbridos para avaliar a viabilidade e as vantagens da combinação das fontes solar e eólica, contribuindo com os avanços da regulação para uma iniciativa como esta”, diz Fabio Zanfelice, presidente da Votorantim Energia.

[email protected]