O deputado Marden Meneses (PSDB), acusou o Governo de ter encaminhado mensagem ? Assembl?ia, pedindo a cria??o de 340 cargos comissionados, exatamente na proximidade da elei??o. Disse ser a quarta reforma administrativa do Governo petista, na contram?o do pa?s, que em outros Estados vem enxugando a m?quina. O deputado conclamou os colegas a dizerem n?o ? mensagem, prometendo votar a favor, mas se o governo provar que os cargos ser?o de verdade e a mensagem vier somente ap?s a elei??o.

O deputado Mauro Tapety (PMDB) afirmou que o Governo faz quase uma reforma por ano, e que a cria??o dos novos cargos refor?a o caixa do PT, pois cada ocupante desconta uma boa quantia na fonte. O deputado Terer? (PSDB) disse que o Governo n?o tem a mesma sensibilidade quanto ao aumento dos servidores, que n?o ? concedido exatamente alegando o per?odo eleitoral.

Sobre um aditivo que o orador disse ter chegado ? Assembl?ia, supondo que possa ser com novos cargos, o deputado Warton Santos (PMDB) justificou o mesmo como sendo para tratar de um conv?nio do Estado com o Banco Mundial. Pediu que o orador mencionasse os cargos que estariam sendo cariados, pois o que ele viu no parecer da deputada Lilian Martins, trata apenas de uma adapta??o a outras reformas.

Marden Menezes concluiu o seu pronunciamento prometendo pedir vistas do processo. Ele disse que se a Assembl?ia aprovar a mensagem, ela estar? rastejando aos p?s do governo, lamentando que a C?mara Municipal de Teresina tenha mais credibilidade que a Assembl?ia Legislativa, exatamente por aprovar tudo o que o governo manda.