Atendendo requerimentos dos deputados petistas Jo?o de Deus e Olavo Rebelo ? e subscritos pelos l?deres de todas as bancadas da Casa ? a Assembl?ia Legislativa aprovou mo?es de rep?dio e de protesto contra o presidente da Philips para a Am?rica Latina, Paulo Zottolo, que fez declara?es discriminat?rias contra o Piau?, no jornal ?Valor Econ?mico?, de circula??o nacional.

Al?m das mo?es de protesto, os deputados encaminharam para a Comiss?o de Constitui??o e Justi?a um requerimento do deputado Wilson Brand?o (PSB), para que seja providenciado um Decreto Legislativo considerando o presidente da Philips como ?Persona non Grata? para o povo piaiuiense.

Ao defender seu requerimento, o deputado Jo?o de Deus disse que a mo??o de rep?dio aprovada pelos deputados deve servir de exemplo para o senhor Zottolo e os demais que venham tratar o Piau? com deboche.

Todos os l?deres de bancada ? Warton Santos (PMDB-PT-PPS), Lilian Martins (PSB), Jos? Icemar Nery (PTB), Marden Menezes (PSDB) e Ant?nio Uch?a (PDT) ? pediram para subscrever os requerimentos e pediram que eles fossem enviados n?o s? para o empres?rio mas tamb?m para a dire??o da Philips, para que ela tome provid?ncias contra o desastrado Zottollo.

O deputado Ubiracy Carvalho (PDT) chegou a pedir que os colegas n?o se precipitem na hora de julgar a empresa Philips como um todo e n?o apenas seu diretor. Ele lembrou que outro diretor da empresa chegou a ofertar uma ambul?ncia equipada para a cidade de Parna?ba. ?N?o podemos nos precipitar a culpar a empresa pelas atitudes de seu diretor aloprado?, disse Ubiracy. ?Vamos ver antes de se ele n?o vai ser punido?.