O Grupo Meio Norte de Comunicação mantém a tradição em contribuir para o processo democrático e realiza nesta terça-feira, 16 de  agosto, o primeiro debate com todos os candidatos a governador do Piauí.






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Rede Meio Norte (@redemeionorte)

Participarão do confronto de ideias  os nove candidatos que disputarão o pleito, são eles: Silvio Mendes (União Brasil), Rafael Fonteles (PT), Gessy Lima (PSC), Coronel Diego Melo (PL), Madalena Nunes (PSOL), Ravenna Castro (PMN) Gustavo Henrique (Patriota), Geraldo Carvalho (PSTU), e Lourdes Melo (PCO). 

O debate será apresentado pelo jornalista Ieldyson Vasconcelos e traz inovações em seu formato de forma a proporcionar ao telespectador um  programa mais dinâmico e que permite ao candidato maior liberdade para exposição de suas ideias e propostas.

Candidato do União Brasil, o ex-prefeito de Teresina Silvio Mendes disse que participará de todos os debates. "Irei a todos os debates, porque leva informações à população pra comparar e escolher", afirmou. O petista Rafael Fonteles detalhou a importância do espaço para a apresentação de propostas aos piauienses. "Esse debate da Sistema Meio Norte é uma oportunidade para mostrarmos aos piauienses nossas propostas para o Piauí, e também dizer como pretendemos colocar essas ideias em execução. Com certeza, será um momento importante para nos apresentar e falar diretamente com os piauienses", aponto o ex-secretário de Fazenda. 

Pleiteante ao posto máximo do Executivo pelo Patriota, Gustavo Henrique pontuou que o debate traz isonomia entre os candidatos e que o eleitor poderá comparar e escolher o melhor. "A expectativa que eu Gustavo Henrique tenho em relação ao debate da TV Meio Norte são as melhores, é uma oportunidade que gera uma isonomia em todos os candidatos; nós esperamos que o telespectador, o bom eleitor passe a comparar todos e ver quem tem melhores condições de governar o Estado do Piauí, olhando para frente, nem à esquerda, nem à direita, é seguindo em frente", afirmou. 

Candidata pelo PMN, a advogada Ravenna Castro disse que está feliz em participar do debate, destacando que ele será um marco no pleito deste ano. "Nós estamos super ansiosos e na expectativa para participar dos debates, e também feliz pela TV Meio Norte ter nos oportunizado participar dos debates, que são super importantes para a  população piauiense conhecer os candidatos, saber do perfil, conhecer os projetos que defendem e a TV Meio Norte ter nos oportunizado, democratizando os espaços, nós estamos muito felizes. Estamos animados, nos preparando para fazer um grande debate, para participar de um dos maiores debates da tv piauiense e que vai com certeza ser um marco na política neste ano", disse. 

Candidatos ao Governo citam a expectativa para o primeiro debate na Rede MN (Foto: Rede Meio Norte)Candidatos ao Governo citam a expectativa para o primeiro debate na Rede MN (Foto: Rede Meio Norte)

Na disputa pelo PSTU, o professor Geraldo Carvalho frisou que o confronto de ideias será relevante para apresentar o programa que o PSTU está apresentando na disputa deste ano. "O debate é importante porque abre a possibilidade para que a classe trabalhadora e a juventude conheçam o programa que o PSTU e o Polo Socialista e Revolucionário estão apresentando para a construção de um Piauí Socialista, com Democracia Operária e Popular. É a alternativa à bárbarie vivida pela classe trabalhadora sob os governos atuais", apontou. 

Os candidatos Gessy Lima (PSC), Coronel Diego Melo (PL), Madalena Nunes (PSOL) e Lourdes Melo (PCO) foram procurados pela reportagem, mas não se manifestaram até o fechamento desta edição. 

Debate na Rede MN terá 4 blocos. 

Segundo o coordenador de programação da Rede Meio Norte, Marcos Monturil, o debate será apresentado pelo jornalista Ieldson Vasconcelos, com suporte jurídico de um advogado especialista em Direito Eleitoral e ainda três membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Em 4 blocos, os candidatos terão a oportunidade de expor suas propostas. "No primeiro bloco, vamos manter algo que já foi uma inovação nossa, que é a figura do comentarista", explica Monturil, declarando que nesta etapa, cada candidato estará em sua bancada.

Conforme o regulamento, haverá o sorteio do candidato que fará a primeira pergunta e escolhe quem vai responder. "A partir daí, aquele que responde, automaticamente, fará a pergunta seguinte escolhendo um candidato que ainda não perguntou e nem respondeu. No final, o último a responder, fará sua pergunta ao primeiro que perguntou.

Um diferencial nesse bloco é que um candidato pergunta, outro responde e um terceiro, escolhido por quem pergunta, comenta a resposta.

No segundo bloco, os candidatos poderão se movimentar mais, interagir com as câmeras. Haverá mais liberdade gestual. Neste bloco, também haverá sorteio do candidato que fará a primeira pergunta e ele escolhe quem vai responder.

Neste bloco, o candidato terá direito a uma réplica, o que responde terá direito a uma tréplica. Na sequência, o que perguntou fará a quadrúplica e o que respondeu fará a quintúplica.

Segundo Marcos Monturil, neste bloco, os candidatos estarão no centro e fora a resposta de um minuto, todos os tempos serão de 30 segundos. "Será um debate dinâmico, com falas e proposições rápidas em que os candidatos devem expor suas ideias com objetividade", afirma, declarando que será um debate marcado pelo dinamismo.

No terceiro bloco, segue o mesmo formato de sorteio e nesta etapa, haverá espaço para pergunta de 30 segundos, resposta, réplica e tréplica com um minuto cada.

O quarto bloco será destinado para as considerações finais com um minuto para cada candidato.

O primeiro debate com todos os candidatos ao Governo será realizado dia 16, a partir das 20h, no auditório Carlos Jansen.