SEÇÕES

Confira os números da pesquisa Amostragem em Teresina

Amostragem: Wellington Dias amplia vantagem em Teresina

FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

O governador Wellington Dias (PT) aumentou sua vantagem sobre seus adversários em Teresina, revela pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem, encomendada pelo Grupo Meio Norte de Comunicação, entre os dias 8 a 11 de setembro, com 800 eleitores da capital piauiense.

A pesquisa revela que Wellington Dias tem 32,88% das intenções de voto estimuladas dos eleitores de Teresina. Em segundo lugar está Doutor Pessoa (Solidariedade),com 24,12%.

O candidato do PSDB ao Governo do Estado, Luciano Nunes, está com 8,38% das intenções de voto estimuladas; Elmano Férrer (Podemos) está com 6,38%; Valter Alencar (PSC), com 1,75%; Sueli Rodrigues (PSOL), com 1,25%; Fábio Sérvio (PSL) e Luciane Santos (PSOL) estão empatados, cada, com 0,62% e; Lourdes Melo está com 0,5%.

Entre os eleitores de Teresina, 11,62% não sabem ou não querem opinar e 11,88% querem votar em branco ou nulo.

A pesquisa anterior do Instituto Amostragem, realizada entre os dias 1º a 4 de setembro, em todo Piauí, apontava que na microrregião de Teresina (Teresina, União, José de Freitas), Wellington Dias liderava com 26,99% das intenções de voto estimuladas.

Em segundo lugar vinha Doutor Pessoa, com 24,54%; Luciano Nunes, com 9,20%; Elmano Férrer, com 6,44%; de Fábio Sérvio e Lourdes Melo, empatados, cada, com 1,53%; de Sueli Rodrigues, e Valter Alencar, empatados, cada com 0,92%; Luciane Santos tem 0,61% das intenções de voto e; Romualdo Seno, tem 0,31%.

Comparando as duas pesquisas, se na anterior, a diferença a favor de Wellington Dias sobre Doutor Pessoa era de 2,45%, na atual pesquisa, feita exclusivamente em Teresina, essa diferença se ampliou para 8,76%. A diferença a favor de Wellington Dias em relação a Luciano Nunes foi ampliada de 17,79% para 24,5%. A diferença a favor de Wellington Dias em relação a Elmano Férrer era de 20,55% e aumentou para 26,5%.

A pesquisa realizada entre os dias 8 a 11 de setembro do Instituto Amostragem tem uma margem de erro de 3,39% para mais e para menos e um nível de confiança de 95%. A pesquisa do Instituto Amostragem foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), com o número PI- 07078/2018, no dia 12 de setembro de 2018.

Amostragem: Ciro e Wilson empatam, seguidos por Robert

A pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem, encomendada pelo Grupo Meio Norte de Comunicação, entre os dias 8 a 11 de setembro, com 800 eleitores, aponta que os candidatos a senador Ciro Nogueira (PP), presidente nacional do Progressistas e disputando a reeleição, e o ex-governador Wilson Martins (PSB) estão numericamente empatados na disputa pelas duas vagas do Piauí no Senado abertas nas eleições deste ano, com 23% das intenções de voto estimuladas.

Ciro Nogueira e Wilson Martins estão estatisticamente empatados em Teresina com o candidato do DEM ao Senado, o deputado estadual Robert Rios, que tem 21,5%.

Em seguida, a pesquisa mostra que em Teresina, os candidatos ao Senado Marcelo Castro (MDB) e Frank Aguiar (PRB) estão estatisticamente empatados. O deputado federal e presidente regional do MDB, Marcelo Castro, tem 11,5% das intenções de voto estimuladas e o cantor e compositor Frank Aguiar tem 10,25%.

Os candidatos do PSL ao Senado também estão estatisticamente empatados, com Elizeu Aguiar, com 3,5% das intenções de voto estimuladas e Antônio José Lira, com 3,38%.

O candidato do Avante ao Senado, Quem Quem, tem 2,88% das intenções de voto estimuladas dos eleitores de Teresina; Jesus Rodrigues (PSOL), tem 2,13%; a candidata do PRP ao Senado, Flávia Barbosa, está com 1,25%; os candidatos ao Senado pela Rede, Paulo Henrique, e pelo DC, Joaquim Saraiva, estão empatados, cada, com 1,13%; os candidatos Genival Oliveira (PSC), Marcos Vinícius (PTC) e Fausto Ripardo (PSB), estão empatados, cada, com 0,88%; os candidatos Albetiza Moreira (PCO) e Gervásio Santos (PSTU) estão empatados, cada, com 0,5% e; Lafayette Andrade (DC) tem 0,25% das intenções de voto estimuladas ao Senado.

A pesquisa mostra que 20,63% dos eleitores de Teresina ainda não sabem em que votar para o Senado e 14,13% querem votar em branco ou anular o voto.

A pesquisa realizada entre os dias 8 a 11 de setembro do Instituto Amostragem tem uma margem de erro de 3,39% para mais e para menos e um nível de confiança de 95%. A pesquisa do Instituto Amostragem foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), com o número PI-07078/2018, no dia 12 de setembro de 2018.

Amostragem: Fernando Haddad já lidera para presidente em Teresina

Na mesma semana em que foi oficializado como candidato do PT em virtude da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ter sido indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) já passou a liderar a disputa pela Presidência em Teresina, apurou pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem, encomendada pelo Grupo Meio Norte de Comunicação, entre os dias 8 a 11 de setembro, com 800 eleitores teresinenses. Fernando Haddad está na liderança na disputa pela Presidência da República em Teresina com 22,5% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar está o candidato do PSL a Presidência da República, Jair Bolsonaro, com 16,25%.

Em terceiro lugar, estaticamente empatado com Jair Bolsonaro, está o candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, que tem 15,25%, seguido pela candidata da Rede, Marina Silva, com 8,62%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 4,12%; Henrique Meireles (MDB), com 2,38% e; Álvaro Dias (Podemos), com 1,38%.

O candidato do Novo à Presidência da República, João Amôedo, tem 0,75% das intenções de voto estimuladas; Cabo Daciolo (Patriotas), 0,38%; Eymael (DC) tem 0,25% e; empatados com 0,12% estão os candidatos Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU).

Os eleitores que não souberam ou não quiseram opinar em quem vão votar para a Presidência da República representam 13,25% e os que querem votar nulo ou em branco somam 14,62%.

A pesquisa realizada entre os dias 8 a 11 de setembro do Instituto Amostragem tem uma margem de erro de 3,39% para mais e para menos e um nível de confiança de 95%.

A pesquisa do Instituto Amostragem foi registrada no Superior Regional Eleitoral (TSE), com o número BR-05871/2018, no dia 12 de setembro de 2018.

A pesquisa realizada entre os dias 8 a 11 de setembro do Instituto Amostragem tem uma margem de erro de 3,39% para mais e para menos e um nível de confiança de 95%. A pesquisa do Instituto Amostragem foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), com o número PI-07078/2018, no dia 12 de setembro de 2018.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos